0

Corinthians anuncia 19 casos de covid antes do clássico

Cássio, Fagner, Fábio Santos e Ramiro estão entre os infectados e não vão poder enfrentar o Palmeiras

2 mar 2021
17h59
atualizado às 18h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians anunciou nesta terça-feira que tem oito jogadores e 11 funcionários do Centro de Treinamento Joaquim Grava contaminados pelo novo coronavírus. Apesar da alta quantidade de atletas com covid-19, incluindo titulares como Cássio e Fagner, o clube não poderá pedir o adiamento da partida contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, por ainda ter vários outros nomes disponíveis para escalar o time.

Foto: Fabrício Costa / Futura Press

Do elenco profissional, estão contaminados pela doença os goleiros Cássio e Guilherme, os laterais Fábio Santos e Fagner, o zagueiro Raul Gustavo, os meias Gabriel e Ramiro e o atacante Cauê. Segundo o clube, os jogadores e mais os 11 funcionários estão afastados das atividades, cumprem isolamento e estão sob supervisão dos médicos. Sem citar nomes, o Corinthians disse que alguns dos infectados apresentaram sintomas e fizeram exames complementares no Hospital São Luiz.

A diretoria já havia recebido um sinal de que havia um novo surto em andamento na equipe. Após o recebimento de resultados positivos, o clube pediu uma nova rodada de exames. A confirmação veio na tarde desta terça. Enquanto esperava o resultado, o técnico Vágner Mancini comandava o último treino para o jogo contra o Palmeiras, na Neo Química Arena.

Na lista de inscritos para o Campeonato Paulista, o Corinthians tem 18 atletas incluídos na relação principal, cujo limite é 26 nomes. Mais outros 11 estão na listagem secundária, voltada especificamente para jovens jogadores revelados no clube. Dos nomes infectados pela covid-19, seis são de jogadores da relação principal e dois são da outra lista.

Jogadores infectados:

Goleiros: Cássio e Guilherme

Laterais: Fábio Santos e Fagner

Zagueiro: Raul Gustavo

Meias: Gabriel e Ramiro

Atacante: Cauê

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade