0

Avelar explica reviravolta no Corinthians: "Nunca acreditei nas críticas"

25 mar 2019
23h52
atualizado às 23h52
  • separator
  • comentários

Após sofrer com as críticas em 2018, o lateral-esquerdo Danilo Avelar cresceu de produção em 2019 sob o comando de Fábio Carille e ganhou confiança para ir ao ataque, marcando gols importantes para o Corinthians, como nas vitórias contra Avenida, pela do Copa do Brasil, e Palmeiras, no Paulistão. Vice-artilheiro do Timão na temporada e dono de atuações regulares, o jogador de 29 anos explicou como superou as críticas para engrenar no time.

"Na verdade, nunca acreditei nas críticas, acreditei no meu potencial. Apesar das inúmeras críticas, eu estava jogando, a comissão técnica me enxergava de forma positiva. Então, quem entende de futebol, que é a comissão técnica, se me escalava, é porque algo de positivo enxergava", disse no programa Bem, Amigos, do SporTV.

"A crítica nas redes sociais permitem qualquer um criar um perfil fake e postar. Por exemplo, dá poder para a pessoa expressar o sentimento de momento, desde crianças que vem no Instagram e Twitter criticar até mulheres, homens e mais velhos. Todo mundo está disposto a fazer uma crítica, eu tenho que absorver a crítica da comissão técnica que me escala. O torcedor é normal, (a crítica) faz parte da nossa cultura, chegar em casa e dizer o que bem entender, desabafar. Levei numa boa, na esportiva, sabia que as críticas não dariam em nada, teria que trabalhar", completou.

Avelar também ressaltou o papel de Carille em sua reviravolta. "O Fábio me deu total confiança para poder mostrar meu trabalho porque acredito que ele também confiava. E coube a mim levar essa confiança para dentro de campo e corresponder à altura, analisou.

Curiosamente, a crescente de Avelar veio simultaneamente com a escalação de Clayson na ponta esquerda corintiana. O defensor exaltou o entrosamento com o atacante, que deu a assistência para o tento de Gustagol no empate diante da Ferroviária, no último domingo.

"Em relação ao Clayson, acredito que para eu fazer uma partida excelente preciso de uma ajuda dele, e vice-versa. Para ele se sentir confortável na frente, de ir no um contra um, que é o forte dele, eu tenho que dar segurança atrás. Então a gente precisa estar em sintonia para que as duas pessoas consigam colaborar com o time. É uma troca de esforço, da minha parte em proteger e chegar na frente e dele em atacar e fazer as coberturas quando necessárias", declarou.

Danilo Avelar está emprestado ao Corinthians até julho e custa 1,5 milhão de euros, cerca de R$ 6 milhões. Depois de driblar a desconfiança e ganhar uma regularidade com Fábio Carille, o jogador teve sua contratação em definitivo pedida pelo comandante do Timão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade