PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Após tropeço, Corinthians enfrenta desafio com série de desfalques e estreia de Willian 'vetada'

Tudo indicava que depois de empatar em casa com o Juventude, o Timão viria a campo com uma nova esperança para pegar o Atlético-GO, mas reviravolta colocará equipe à prova

12 set 2021 07h02
| atualizado às 07h02
ver comentários
Publicidade

O Corinthians terá uma missão bem difícil, neste domingo, às 18h15, ao enfrentar o bom time do Atlético-GO, fora de casa, pela 20ª rodada do Brasileirão-2021. Mas não é somente a qualidade do adversário que será um obstáculo, já que a série de desfalques e a baixa de Willian na última hora colocarão à prova o poder de reação de uma equipe que vem de tropeço.

Sylvinho terá o desafio de remontar a equipe com uma série de desfalques (Foto: Felipe Szpak/Ag. Corinthians)
Sylvinho terá o desafio de remontar a equipe com uma série de desfalques (Foto: Felipe Szpak/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

A atuação contra o Juventude, no empate em 1 a 1, na última terça-feira, foi um balde de água fria na torcida que esperava um desempenho bem melhor, principalmente pelo fato de quase todos os reforços terem estado em campo na Neo Química Arena. Apesar do belo gol de falta de Róger Guedes, ficou claro que o time precisaria mostrar mais na partida seguinte, em Goiânia.

E a esperança de melhora tinha nome: Willian, filho do Terrão, que faria sua reestreia pelo clube como uma das maiores contratações da história alvinegra. Mas uma questão sanitária em decorrência da pandemia acabou tirando o jogador do duelo com o Dragão, já que ele não cumpriu a quarentena de 14 dias exigida para brasileiros que chegaram da Inglaterra. Dessa forma, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) impediu sua entrada em campo.

A estreia era certa e Sylvinho vinha treinando o time com Willian entre os titulares em uma das pontas no trio de ataque formado com Gustavo Mosquito, outro ponta, e Róger Guedes como um "falso 9". Aliás, essa função do camisa 123 já seria uma improvisação por conta do desfalque de Jô, que foi liberado pela diretoria para resolver questões particulares e não viajou.

O ataque do Corinthians, que não foi bem contra o Juventude, provavelmente já sofreria mudanças, mas não tantas e que acabaram acompanhadas de outras alterações nos demais setores do time. Giuliano, homem de meio-campo, deve fazer uma função de lado de campo, mais como um atacante, ou seja, sua posição no meio acabou ficando vaga. Mais um desafio a Sylvinho.

Sem Luan e Renato Augusto, que sentiram dores musculares, o técnico perdeu duas peças que poderiam ocupar essa lacuna deixada por Giuliano. Essa alias, é a maior dúvida para a equipe que entrará em campo neste domingo. Cantillo e Vitinho são os possíveis substitutos, com maior tendência para o colombiano.

Como dito acima, Renato também será um desfalque e será substituído pelo jovem Roni, que vinha sendo titular antes de o camisa 8 ter sua estreia entre os 11 iniciais. Ele formará o setor com Gabriel, que segue na sua função como primeiro volante, e o escolhido para substituir Giuliano na armação.

Por fim, o desfalque de Gil, que já era esperado, por conta da suspensão pelo terceiro amarelo que levou contra o Juventude. Um dos pilares da equipe, o zagueiro ainda não havia sido baixa no Brasileirão para Sylvinho, que mudará pela primeira vez a zaga em 18 jogos, exigindo um desafio grande para a jovem dupla João Victor e Raul Gustavo, que buscarão dar segurança aos colegas.

Essa soma de fatores colocará o Timão à prova. Lidar com esses desfalques e com a carga de uma má atuação no jogo anterior será um grande obstáculo para o treinador e seus comandados, principalmente diante de uma boa equipe como Atlético-GO. Dessa forma, voltar de Goiânia com um resultado positivo deverá ser um marco para essa campanha corintiana no Brasileirão.

Lance!
Publicidade
Publicidade