PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

António Oliveira comenta mudança na escalação do Corinthians que iniciou o jogo contra o Red Bull Bragantino

O técnico António Oliveira, do Corinthians, comentou a utilização de um ataque "novo", no time que iniciou a partida contra o Red Bull Bragantino.

20 abr 2024 - 22h30
(atualizado às 22h30)
Compartilhar
Exibir comentários
António Oliveira comenta mudança na escalação do Corinthians que iniciou o jogo contra o Red Bull Bragantino.
António Oliveira comenta mudança na escalação do Corinthians que iniciou o jogo contra o Red Bull Bragantino.
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians. / Esporte News Mundo

O técnico António Oliveira, do Corinthians, comentou a utilização de um ataque "novo", no time que iniciou a partida contra o Red Bull Bragantino.

O Timão começou o jogo com Pedro Henrique e Pedro Raul no ataque, no lugar que costumava ser ocupado por Yuri Alberto, Romero e Wesley.

- Não poupei. Era a equipe que achei que era melhor para esse confronto. É evidente que é um início de campeonato, fiz isso em outros clubes e que chegou a chegar a finais de Copa e vencer. Todos os jogadores são importantes, é algo que sigo a regra. Era quem estava melhor fisicamente e emocionalmente para dar resposta a um jogo competitivo. Deram uma boa resposta, evidente que o futebol é feito de detalhes: o adversário chuta ao gol e faz o gol. Nessa perspectiva fomos penalizados, temos que trabalhar cada vez mais para ganharmos de uma equipe de Série A - disse.

+ Para saber mais sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitter, e Facebook

António também falou sobre a falta de pontaria do time neste começo de Brasileirão. São três jogos sem balançar as redes nas três partidas realizadas no torneio.

- Nos últimos 30 metros temos que ter mais refino naquilo que são nossas ações. Precisamos fazer um bom cruzamento, um bom passe e um bom remate. O gol vai sair com naturalidade, não vamos acabar com zero gols. a equipe tem qualidade, confio neles, acredito muito neles. É um caminho que temos que construir. Como disse, as vitórias são deles e as derrotas são minhas - disse.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade