PUBLICIDADE
Logo do

Chapecoense

Meu time

Invicto, João Paulo é um dos goleiros mais jovens a iniciar como titular na história do Brasileirão

Jovem de 20 anos de idade é apenas o 12ª jogador da posição a atuar em um jogo inteiro pela elite do futebol brasileiro

17 jun 2021 10h36
| atualizado às 10h39
ver comentários
Publicidade

O jovem João Paulo atingiu uma marca importante na noite da última quarta-feira (16) no empate em 1 a 1 da Chapecoense contra o São Paulo no Morumbi. Com apenas 20 anos de idade, o goleiro se tornou o 12ª jogador da posição a ser titular em uma partida válida pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Jogador também quebrou marca que remetia a temporada 2019 (Márcio Cunha/ACF)
Jogador também quebrou marca que remetia a temporada 2019 (Márcio Cunha/ACF)
Foto: Lance!

Em forma de agradecimento, o jogador não apenas afirmou estar vivendo "um sonho" como também fez questão de mencionar alguns profissionais com os quais tem contato diário nas atividades do Verdão do Oeste.

- Fico muito feliz por essa conquista. Costumo dizer para todos que o que estou vivendo hoje é um sonho. Sou muito grato por todo o apoio que estou recebendo dos torcedores e da confiança do professor Jair no meu trabalho. Agradeço também aos preparadores de goleiro Cezar e Marcelo, que são responsáveis pela minha evolução. Acredito que pude fazer dois bons jogos, mas vou continuar treinando forte para poder ajudar cada vez mais a Chapecoense. Espero que a vitória possa vir na sequência da competição. É o que mais estamos buscando no momento - contou.

Formado nas categorias de base da Chapecoense e também o 20ª mais novo na posição estreando na elite do Futebol Brasileiro, João Paulo marcou a volta de um goleiro jogar como titular aos 20 anos na Série A. A última vez que isso aconteceu (com 20 anos) foi com Phelipe Megiolaro (arqueiro que defendia o Grêmio e hoje está emprestado ao FC Dallas) contra o Fortaleza em 19 de outubro de 2019.

Com passagens pelas bases de Grêmio e Internacional, João vem fazendo sua primeira temporada como atleta profissional e pode se orgulhar de dizer que não perdeu nenhuma partida em que jogou até aqui. Ao todo foram seis oportunidades (quatro delas no catarinense) aos quais venceu todas e chegou a ser decisivo pegando até pênalti, além de mais duas oportunidades no Brasileirão.

A primeira apareceu na rodada anterior no empate contra o Ceará por 0 a 0, partida essa onde o titular Tiepo sofreu uma grave lesão no tendão patelar do joelho esquerdo e só deve retornar na próxima temporada.

Recentemente, a Chapecoense renovou o vínculo com João Paulo até dezembro de 2024. A multa contratual atual de João é de R$ 12 milhões para o mercado interno e 12 milhões de euros (cotados atualmente em quase R$ 80 milhões) para o externo.

Lance!
Publicidade
Publicidade