PUBLICIDADE

Sport segura Ceará em Castelão lotado e é campeão nordestino

9 abr 2014 23h56
| atualizado em 2/12/2014 às 11h53
ver comentários
Publicidade

Não bastaram as 61.240 pessoas presentes no Castelão, recorde do estádio após a reinauguração para a Copa das Confederações em 2013. Na noite desta quarta-feira, o Sport. do treinador Eduardo Baptista, deu fôlego aos torcedores cearenses após sair atrás no placar, mas arrancou empate por 1 a 1 fora de casa para se sagrar campeão da Copa do Nordeste de 2014.

O título vem graças ao bom resultado conquistado no primeiro jogo: 2 a 0 em Pernambuco. Nesta quarta, a equipe rubro-negra sofreu pressão do adversário, que jogava impulsionado pelo estádio lotado, mas manteve a vantagem agregada no placar durante os 90 minutos para levar a taça. É o terceiro título do clube, que já havia levado em 1994 e 2000 – agora está apenas atrás do Vitória (5) em conquistas.

Gol de Neto Baiano de pênalti no segundo tempo encaminhou título do Sport
Gol de Neto Baiano de pênalti no segundo tempo encaminhou título do Sport
Foto: Aldo Carneiro / Gazeta Press

Com a atmosfera incrível promovida pela lotação máxima em Fortaleza, o duelo começou elétrico desde os primeiros instantes. Ambas as equipes buscavam o gol a todo o momento, mas esbarravam em falhas de finalização. O primeiro gol da partida saiu apenas aos 40min, quando Magno Alves desviou cruzamento de Souza para deixar os mandantes na frente.

A abertura do placar incendiou ainda mais o clima imposto no Castelão pelos torcedores cearenses. Animada com a proximidade do placar necessário, a torcida guiou os jogadores para os vestiários com os gritos de “eu acredito” ressoados por 60 mil vozes – a situação, contudo, ficaria mais complicada no início do segundo tempo.

Na volta para os últimos 45 minutos, o Sport teve um pênalti dado a seu favor logo aos 5min, quando Aílton foi parado, para o juiz, com falta dentro da área. Na cobrança, Neto Baiano chutou forte no meio do gol e deixou a equipe pernambucana mais perto do título.

A necessidade de reverter os dois gols de vantagem fez o Ceará buscar o ataque freneticamente na etapa final. Na chance mais clara dos mandantes, Magno Alves saiu cara a cara com o goleiro Magrão, driblou o arqueiro do time pernambucano, mas chutou na trave com o gol aberto. Foi o último grande momento dos cearenses, que tiveram que se contentar com o vice-campeonato.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1 X 1 SPORT

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 9 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal (BA) e Aílton Farias da Silva (SE)
Cartões amarelos: Luís Carlos e Bill (Ceará); Magrão e Neto Baiano (Sport)
Gols: 
CEARÁ: Magno Alves, aos 44 min do primeiro tempo;
SPORT: Neto Baiano, aos 6 min do segundo tempo

CEARÁ: Luís Carlos; Samuel Xavier, Anderson, Sandro, Vicente e Vicente; Amaral, Ricardinho (Rogerinho), Souza (Tadeu); Assisinho (Leandro Brasília), Magno Alves e Bill
Técnico: Sérgio Soares

SPORT: Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Ewerton Páscoa (Rithely), Rodrigo Mancha, Wendel (Igor) e Aílton; Felipe Azevedo (Oswaldo) e Neto Baiano
Técnico: Eduardo Baptista

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade