PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Treinadora Rosana Augusto projeta primeiros amistosos no comando da Seleção Feminina Sub-20

Brasil tem pela frente duelos amigáveis contra as equipes de Bélgica e França, nos dias 1 e 4 de dezembro

30 nov 2023 - 12h30
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Lance!

Foto: Lance!

O período entre o final de novembro e o início de dezembro compreende mais uma data FIFA para o futebol feminino. Além dos três jogos da Seleção Brasileira profissional, o intervalo também marcará a estreia da técnica Rosana Augusto no comando da equipe Sub-20.

Rosana foi anunciada como treinadora da categoria no início de setembro. Desde então, a histórica ex-jogadora já fez duas convocações. Na primeira, o grupo de atletas realizou treinamentos na Granja Comary. Agora, as 23 convocadas já estão na cidade de Cádiz, na Espanha, para enfrentar as seleções de Bélgica e França, nos dias 01 e 04 de dezembro. A treinadora falou sobre a preparação para os jogos.

- As últimas semanas foram de muito estudo das duas seleções, que têm formatações táticas e estilos de jogos distintos. Uma vez que esse diagnóstico foi feito, nosso trabalho se orientou então para montar a nossa estratégia considerando as características dos adversários mas, principalmente, respeitando e buscando impor o modelo de jogo que estamos implementando - explicou Rosana.

Os amistosos fazem parte da preparação para a disputa do Sul-Americano Sub-20, torneio que acontecerá no primeiro semestre de 2024 e é qualificatório para a Copa do Mundo da categoria.

Como atleta, Rosana conquistou mais de 30 títulos entre clubes no Brasil, no exterior e pela Seleção Brasileira. Campeã da Libertadores da América, da Champions League e do Mundial de Clubes, além de duas medalhas de prata olímpicas (2004 e 2008) e um vice-campeonato mundial (2007), Rosana abordou sobre a importância de enfrentamentos contra seleções europeias.

- Primeiramente, é uma grande oportunidade que estamos conseguindo proporcionar para as atletas que ainda estão em formação poderem enfrentar equipes europeias. Algumas meninas já vem com essa carga internacional pelos seus clubes e também com convocações para a principal, então o trabalho para estes primeiros jogos também vai neste sentido, de extrair o máximo disso para todas, dessa experiência, nos aspectos de jogo é claro e também dessa vivência - finalizou a comandante.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade