0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Risco de Brasil ser eliminado na 1ª fase é quase zero

19 jun 2019
12h52
atualizado às 12h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O empate com a Venezuela (0 a 0) que frustrou a torcida na Fonte Nova, nesta terça (18), não garantiu a classificação do Brasil à segunda fase da Copa América. Mas a possibilidade de a Seleção comandada por Tite ser eliminada ainda nesse início de competição é praticamente nula. Para isso ocorrer, seria preciso uma série de resultados improváveis.

 Daniel Alves, do Brasil, na partida contra a Venezuela, válida pela 2ª rodada do grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), nesta terça- feira (18).
Daniel Alves, do Brasil, na partida contra a Venezuela, válida pela 2ª rodada do grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), nesta terça- feira (18).
Foto: SANDRO PEREIRA/CÓDIGO19 / Estadão Conteúdo

O primeiro deles pode até parecer razoável, embora pouca gente aposte nisso: uma derrota do Brasil para o Peru, na Arena Corinthians, no sábado. Além disso, a Venezuela teria de vencer a Bolívia, o que, teoricamente, não seria nada alarmante. Dessa forma, o Brasil ficaria em terceiro no seu grupo.

Como o regulamento da Copa América permite que os dois melhores terceiros colocados de cada grupo avancem até às quartas de final, só mesmo uma ‘catástrofe’ deixaria o Brasil fora. 

Aí entraria a necessidade de uma combinação de novos resultados, que leve, por exemplo, as outras duas seleções que vão ficar em terceiro lugar em seus grupos a somar pelo menos quatro pontos e ter um bom saldo de gols.

A Seleção tem hoje saldo de três gols. Para ficar mais ameaçada de sair da Copa América antes das quartas de final, teria de perder do Peru por um placar mais elástico – dois ou três gols de diferença, por exemplo.

Enfim, a queda do time brasileiro ainda na primeira fase da competição é proporcional à descoberta de um alfinete (ou agulha) em meio a um enorme palheiro.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade