PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Messi leva provocação por zagueiro do Uruguai em duelo pela Argentina

Camisa 10 foi 'alvo' de Mathías Oliveira após atacante defender De Paul no clássico entre Argentina e Uruguai

17 nov 2023 - 15h55
Compartilhar
Exibir comentários
Messi e companheiro foram provocados por gesto obsceno no jogo entre Argentina e Uruguai
Messi e companheiro foram provocados por gesto obsceno no jogo entre Argentina e Uruguai
Foto: JUAN MABROMATA/AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

O duelo clássico entre Argentina e Uruguai, na última quinta-feira (16), que acabou em vitória dos visitantes por 2 a 0, em La Bombonera, foi palco de um jogo eletrizante, mas também de conflitos dentro de campo. Durante a partida, uma confusão envolvendo os jogadores Lionel Messi e De Paul, pelo lado argentino, contra o uruguaio Mathías Oliveira, acabou rendendo uma provocação inusitada durante o princípio de confusão.

O lance que ocasionou o ato provocativo aconteceu aos 19 minutos da primeira etapa. Após uma falta cometida, Mathías Oliveira e De Paulo se desentenderam em campo, causando o 'bolo' de jogadores. Messi partiu para defender seu companheiro e empurrou o zagueiro do Uruguai. Pouco depois, em meio ao conflito, o zagueiro uruguaio olhou para De Paul, simulando um sexo oral. O gesto obsceno direcionado deu a entender que o atleta argentino realizava o ato no camisa 10.

Durante uma entrevista para a imprensa argentina, De Paul não se manifestou sobre o ato provocativo por parte do seu adversário.

- Dentro de campo, não acontece nada. Gosto de falar de futebol. O Uruguai foi melhor e agora temos que nos levantar e fazer um grande jogo no Brasil.

Por outro lado, Lionel Messi, que foi um dos alvos da provocação feita, acabou falando sobre a questão. Para o craque, é uma questão de respeito entre jovens e mais velhos, e disse que, mesmo sendo um clássico disputado, é necessário respeitar.

- Isso é normal nesse tipo de jogo, nas Eliminatórias, com o Uruguai é sempre assim. Prefiro não dizer o que penso, mas esses jovens, que têm uma boa ninhada, têm que aprender com os mais velhos a respeitar, porque esse clássico sempre foi intenso, duro, mas sempre com muito respeito. Eles têm que aprender um pouco.

Confira o momento:

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade