0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Luana, da Seleção Feminina, fala sobre quarentena em Paris e chance no Torneio da França

20 mar 2020
20h39
atualizado às 20h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos destaques da Seleção Brasileira no Torneio da França de Futebol Feminino, a meio-campo Luana, do PSG, está de quarentena na capital francesa devido à pandemia do coronavírus. A atleta de 26 anos falou nesta sexta-feira sobre a nova rotina de treinos realizada para se manter em forma.

"Eu treino sozinha na sala de casa mesmo. Quando tenho de fazer corrida, eu faço fora, porque aqui ainda pode sair. Mas as autoridades colocaram algumas delimitações. É preciso um atestado para comprovar que você está fazendo atividade física e dizer aonde você mora, porque as pessoas tem que estar perto de suas casas".

Luana em ação pela Seleção Brasileira (Foto: Divulgação/Facebook)
Luana em ação pela Seleção Brasileira (Foto: Divulgação/Facebook)
Foto: Gazeta Esportiva

A atleta ainda destacou a oportunidade de integrar o elenco da seleção no Torneio da França. "Estou muito feliz por ter a oportunidade de fazer parte da seleção, por essa nova fase que estamos vivendo. Acho que estamos evoluindo bastante. Essa parada agora foi ruim, porque tínhamos um amistoso marcado para abril, que interrompe um pouco nossa preparação, mas continuamos trabalhando".

"Hoje tivemos uma reunião por vídeo com o pessoal da preparação física, porque eles querem saber o que estamos fazendo e oferecer auxílio caso precisemos de algo. Não sabemos se as Olimpíadas vão acontecer, mas temos que nos preparar da melhor maneira possível", completou.

Luana ressaltou também que não sente a diferença entre o futebol francês e o da seleção brasileira. "A liga da França tem realmente uma intensidade bem alta. É um jogo rápido, de muita transição, e físico também. Eu não digo que sinto a diferença quando vou treinar com a seleção porque tem meninas de altíssimo nível lá, mas acredito que tenha evoluído bastante fisicamente desde que cheguei na França. Estou aqui há apenas 2 meses, mas, com um bom trabalho no PSG, percebi nos últimos jogos que estava me sentindo muito bem", afirmou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade