PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Capitão do Brasil, Casemiro elogia meio campo da Seleção

Capitão da Seleção comentou sobre os meias do time e projetou o duelo contra o Chile, às 22h (de Brasília), pela 7ª rodada das Eliminatórias

2 set 2021 11h17
| atualizado às 12h05
ver comentários
Publicidade

O volante Casemiro concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira. O capitão da Seleção Brasileira comentou sobre os meio-campistas do time e projetou o duelo contra o Chile, às 22h00 (de Brasília), pela 7ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

 Casemiro durante treino da Seleção Brasileira @lucasfigfoto CBF
Casemiro durante treino da Seleção Brasileira @lucasfigfoto CBF
Foto: @lucasfigfoto / CBF

O atleta do Real Madrid elogiou os compatriotas: "Sempre digo que conseguimos fazer três, quatro seleções. É uma boa dor de cabeça para o mister. Claro, com as dificuldades que tivemos na convocatória, acho que os que foram convocados têm seus méritos."

"A filosofia do trabalho do mister é sempre a mesma. Claro que acaba se adaptando de um jogo para outro, mas é a mesma. A comissão técnica tenta avançar bastante com a tecnologia e com os novos convocados, mas o entrosamento é com o tempo. Também é importante os jogadores, o quanto antes, se adaptarem à formação", completou, referenciando aqueles que substituíram os jogadores vetados por algumas ligas europeias.

Ele continuou falando sobre os desfalques e citou a importância da Data Fifa: "Quanto mais jogos, melhor. Acho que o mister fica até feliz. Mas acho que é importante, também, dar um pouco de ênfase nos jogadores novos, oportunizar os jogadores. Com tanto desfalque, você acaba tendo um pouco menos de entrosamento, mas a qualidade continua a mesma."

Ao todo, doze atletas convocados não puderam integrar o elenco da equipe treinada por Tite. Na Inglaterra, nove jogadores acabaram vetados: Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool); Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City); Thiago Silva (Chelsea); Fred (Manchester United); Richarlison (Everton); e Raphinha (Leeds United). Já o Zenit, da Rússia, exigiu os retornos de Claudinho e Malcom. Por fim, o meio-campista Matheus Nunes, do Sporting-POR, também não foi liberado para viajar.

Já em relação ao embate desta quinta-feira, Casemiro entende que o Chile é um bom adversário: "Eles têm jogadores de muita qualidade, que jogam em equipes fortes da Europa. Não foi o último jogo da Copa América que foi difícil, acho que todos os jogos contra o Chile sempre são difíceis."

Por fim, o volante de 29 anos também falou sobre a importância dele no ciclo para a Copa do Qatar: "É importante passar [a experiência] para os mais jovens e para os que estão vindo. Dar a importância que é uma Copa do Mundo, explicar para eles o que é uma Copa do Mundo."

"Somos bicampeões olímpicos, isso é importantíssimo para nós. Claro que, com a experiência de Miranda e Daniel Alves, eles são jogadores importantes para o elenco. Futebol é isso: fazer uma mescla entre jovens e experientes para conquistar o objetivo", concluiu.

Com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias, o Brasil soma 18 pontos após seis jogos disputados. A vice-líder Argentina tem seis a menos. A Seleção entra em campo nesta quinta-feira, às 22h00 (de Brasília), contra o Chile, em Santiago.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade