1 evento ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

99 jogos pela Seleção Brasileira: veja o retrospecto de Neymar

9 out 2019
17h11
atualizado às 17h11
  • separator
  • 0
  • comentários

O jogo da Seleção Brasileira contra a equipe de Senegal, realizado em Singapura, nesta quinta-feira (10), às 9h (de Brasília), para muitos pode ser só mais um amistoso de Data-Fifa. Contudo, o confronto significa algo a mais para um jogador em específico. Em trajetória repleta de diferentes emoções, Neymar completará 100 jogos com a camisa verde-amarela ao entrar no campo do Estádio Nacional de Singapura. A estatística vale apenas para o time principal, sem contar os números por seleções olímpica e de base.

O jogador do Paris Saint-Germain se tornará o 15º jogador a alcançar a marca pela seleção pentacampeã mundial, igualando grandes nomes da história do futebol, como Pelé, Ronaldo ou Cafú. Outro atleta ainda em atividade a figurar na lista é Daniel Alves, do São Paulo, que defendeu o Brasil em 117 partidas.

A história de Neymar com a Seleção Brasileira começou em 10 de agosto de 2010. Após ser preterido por Dunga na convocação para a Copa do Mundo do mesmo ano, o então jogador do Santos foi chamado por Mano Menezes, que buscava uma renovação na equipe, para o primeiro amistoso depois do torneio. E logo na estreia, o atacante deixou sua primeira marca: junto com Alexandre Pato, ele balançou as redes na vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos.

Foto: Arte GE
Foto: Arte GE
Foto: Gazeta Esportiva

E de fazer gols com a Amarelinha, o camisa 10 entende. O jogador de 27 anos é o quarto maior artilheiro da Seleção Canarinho, com 61 tentos e média de 0,62 gols por jogo. À frente dele estão apenas Zico (66), Ronaldo (67) e Pelé, que é o goleador máximo com 95 bolas na rede.

Em termos de Copa do Mundo, porém, Neymar não vem tendo muitas alegrias. Em 2014, ano de seu primeiro Mundial, levou uma joelhada nas costas de Zúñiga, da Colômbia, nas quartas de final e acabou ficando de fora do restante do torneio. Na fase seguinte, o Brasil foi goleado por 7 a 1 pela Alemanha. Já em 2018, não conseguiu render o esperado após se recuperar de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, sofrida pouco menos de quatro meses antes da competição, e viu a Seleção Brasileira ser eliminada pela Bélgica nas quartas de final.

Campeão da Copa das Confederações de 2013, disputada no Brasil, o camisa 10 não participou da última conquista dos comandados de Tite. Em meio à polêmica do caso de acusação de estupro pela modelo Najila Trindade, que teve o inquérito arquivado em agosto, o jogador sofreu uma lesão no tornozelo direito e foi cortado da Copa América deste ano, também em território brasileiro, e ficou de fora da campanha.

Com quatro gols em cinco jogos pelo PSG na temporada atual, Neymar foi destaque em seu retorno à equipe verde-amarela, com um tento e uma assistência no empate diante da Colômbia, em partida amistosa. Agora, mais focado dentro de campo, ele tenta recuperar a confiança dos torcedores brasileiros.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade