0

Brasil de Pelotas

Inter vence duelo gaúcho na B, amplia jejum e dispara em 1º

Roberto Vinícius / Gazeta Press
9 out 2017
22h02
atualizado às 22h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Em partida quente na noite desta segunda-feira, o Internacional venceu o Brasil de Pelotas pelo placar de 1 a 0, no estádio Beira-Rio, pela 29ª rodada da Série B. O único gol da partida foi marcado por Leandro Damião. O duelo gaúcho foi marcado por muita confusão e recheado por cartões.

Com o resultado, o Inter se aproxima do Acesso para a Série A. O Inter é líder da Segunda Divisão com 54 pontos na tabela. O Brasil continua na nona posição com 37 pontos e pode perder colocações, sendo ultrapassado por quatro times.

A saga sem vitórias continua. O Brasil-PEL não vence o Internacional há 21 anos. A última vez foi no ano de 1996. O jejum fica maior quando a partida é no Beira-Rio. O time xavante está há 33 anos sem saber o que é vencer na casa colorada. A última vitória foi em dezembro de 1984.

O Internacional teve o retorno do zagueiro Victor Cuesta e do atacante William Pottker. Os dois não atuaram na última partida, pois estavam suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Sem Rodrigo Dourado, lesionado, o volante Charles ganhou a posição do companheiro no meio de campo.

Foto: Roberto Vinícius / Gazeta Press

O jogo - O confronto começou quente. Com um minuto de partida, Marlon fez uma falta dura em William Pottker. O atacante colorado se irritou com o lance e teve que ser contido pelos companheiros de equipe. Os dois receberam cartão amarelo, um pela falta e o outro pelo comportamento.

O Internacional tomava as iniciativas de ataque enquanto os jogadores do Brasil-PEL marcavam bastante e esporádicos momentos encaixava um contra-ataque, sem êxito.

Aos 10 minutos de partida, Edenílson lançou William Pottker, que recebeu na entrada da área e finalizou. O goleiro Marcelo Pitol deu rebote que ficou com o Pottker. O atacante colorado driblou o arqueiro adversário, mas a bola correu muito e, no momento da conclusão, chutou na rede pelo de fora.

Uma parte do gramado do estádio Beira-Rio estava bem prejudicado devido aos shows recebidos no último mês. Uma parte da arquibancada estava fechada para a montagem do palco de mais um show que o estádio vai receber na sexta-feira.

O Xavante atuava bastante fechado. Tal postura, obrigou os jogadores colorados a arriscarem finalizações de fora da área. Primeiro, aos 20 minutos, com Charles, que mandou longe da meta. Depois, aos 30 minutos, William Pottker recebeu na direita e carregou para o meio onde chutou com força, mas a bola subiu muito.

Foto: Roberto Vinícius / Gazeta Press

A primeira finalização do Brasil de Pelotas ocorreu aos 36 minutos. Marcinho recuperou a bola e puxou um contra-ataque rápido. O jogador tocou para João Afonso na entrada da área, mas a conclusão do volante foi fraca. O goleiro Danilo Fernandes defendeu com tranquilidade no meio do gol.

O Inter respondeu no minuto seguinte com Pottker. O atacante foi lançado na direita por Sasha e cruzou rasteiro, mas Leandro Damião chutou pressionado pela marcação e a redonda foi longe da meta.

Aos 45 minutos, o meia D'Alessandro cobrou escanteio na esquerda de ataque, o zagueiro Victor Cuesta subiu sozinho no meio da área e cabeceou na trave. Quase que o Internacional abriu o marcador.

O Internacional abriu o placar aos 50 minutos. D'Alessandro cobrou falta na primeira trave, Leandro Damião se adiantou e cabeceou para trás. A bola passou entre a trave e o goleiro Marcelo Pitol, balançando as redes no estádio Beira-Rio.

Foto: Vinícius Costa / Futura Press

SEGUNDO TEMPO

Os dois times retornaram para a segunda etapa sem alterações e o jogo continuou quente. Logo aos 4 minutos, o zagueiro Teco recebeu cartão amarelo e aos 6 minutos, o atacante Eduardo Sasha foi expulso. Com um jogador a mais, o técnico Clemer tirou o João Afonso e colocou Rafinha.

Aos 13 minutos, Danilo Silva deu um chutão para a área e Leandro Damião dominou na esquerda, passou pelo marcador e chutou com força, mas o goleiro Marcelo Pitol deu um toquinho e na sequência a bola explodiu na trave. Quase o segundo gol colorado.

O Brasil-PEL não conseguia criar boas oportunidades, mesmo com um jogador a mais. Em uma das poucas chegadas do Xavante, Rafinha carregou a bola até a entrada da área adversária e concluiu rasteiro. O goleiro Danilo Fernandes defendeu sem muita dificuldade.

Aos 28 minutos, William Pottker fez bela jogada pela direita passando por três marcadores, invadindo a área, mas o goleiro Marcelo Pitol conseguiu fechar o ângulo e Pottker chutou em cima do arqueiro do Brasil-PEL.

Foto: Vinícius Costa / Futura Press

Dois minutos depois, Rafinha perdeu a bola e Pottker arrancou em contra-ataque. O atacante tocou para o lateral Claudio Winck que entrava livre na área pela direita, mas Winck chutou com força na trave.

Aos 35 minutos, Nico López recebeu na esquerda e cruzou para Camilo. O meia pegou bonito de primeira, mas o goleiro Marcelo Pitol fez bela defesa.

Aos 44 minutos, Nico López foi lançado em contra-ataque. O uruguaio passou pelo marcador e ia fazer um golaço encobrindo o goleiro Marcelo Pitol, mas a bola desviou no zagueiro e saiu pela linha de fundo.

Os próximos duelos das equipes serão próxima terça-feira, dia 17 de outubro, pela 30ª rodada da Série B. Às 19h15 (de Brasília), o Internacional visita o Boa Esporte no estádio Municipal de Varginha. Mais tarde, às 20h30 (de Brasília), o Brasil de Pelotas recebe o América-MG no estádio Bento Freitas.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X BRASIL DE PELOTAS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 09 de outubro de 2017, segunda-feira

Horário: 20 horas (Brasília)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa) e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO)

Público: 24.816 (21.186 pagantes)

Renda: R$ 523.507,00

GOLS

INTERNACIONAL: Leandro Damião, aos 50 minutos do primeiro tempo

BRASIL DE PELOTAS:

CARTÕES AMARELOS

INTERNACIONAL: William Pottker, Edenílson, Victor Cuesta

BRASIL DE PELOTAS: Marlon, Calyson, João Afonso, Marcelo Pitol, Marcinho, Teco, Leandro Camilo

CARTÃO VERMELHO

INTERNACIONAL: Eduardo Sasha

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Víctor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson e D'Alessandro (Camilo); William Pottker, Leandro Damião (Nico López) e Eduardo Sasha.

Técnico: Guto Ferreira

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Leandro Leite; Marlon, Marcinho, João Afonso (Rafinha) e Lincom (Cassiano); Calyson e Misael (Juninho).

Técnico: Clemer

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade