PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Favoritar Time

Bastidores: Botafogo nunca saiu do páreo por Luís Henrique, negociou direto com o OM e superou Flamengo

Staff do jogador 'forçou' negociações com o Flamengo, que não teve acerto com o Olympique de Marselha; Botafogo, por outro lado, chegou a tudo que clube francês queria

6 jul 2022 - 12h41
(atualizado às 12h41)
Ver comentários
Luís Henrique em ação pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Luís Henrique em ação pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Botafogo e Flamengo travam uma 'batalha' por Luís Henrique, mas todos os caminhos indicam que o Alvinegro vai levar a melhor e fechar a contratação do atacante de 20 anos junto ao Olympique de Marselha, da França.

A narrativa é bem diferente em relação ao fim de semana, quando o status era de que Luís Henrique havia aceitado a proposta do Flamengo. Apesar de um possível acerto com o jogador, o Rubro-Negro nunca se entendeu com o Olympique pelos termos com o jogador. O LANCE! explica.

O Botafogo começou as conversas com Luís Henrique desde que ele foi assistir à vitória sobre o São Paulo, no dia 16 de junho, direto do Estádio Nilton Santos. O clube iniciou conversas com o Olympique de Marselha, ofereceu contrato e colocou o jogador na lista de possíveis reforços.

O Flamengo teve outra abordagem: ao invés do OM, foi direto no estafe e família do jogador, oferecendo uma proposta até então financeiramente melhor que a do Botafogo. O Botafogo, depois, igualou os salários, mas empresários de Luís Henrique disseram "sim" ao que foi apresentado pelo Rubro-Negro.

O time da Gávea, porém, não teve o mesmo entendimento com o Olympique de Marselha, parte que menos conversou durante todo o processo. O Flamengo só queria empréstimo, algo que o OM não concordou - já que possui propostas concretas de Nantes-FRA e Torino-ITA para vender o jogador agora.

Então, o Flamengo ofereceu uma opção de compra ao final do período. Nesse período, o Botafogo, que mantinha conversas com o Olympique, chegou e afirmou que teria Luís Henrique com obrigação de compra em caso de metas batidas - caso o Alvinegro se classifique para a Taça Libertadores do ano que vem.

O valor da operação será de 8 milhões de euros (R$ 44,2 milhões, na cotação atual), como informou o "Canal do TF". Na conversão para reais, o valor é maior do que o Botafogo recebeu na venda de Luís para o Olympique em 2020.

A quantia é maior do que a proposta do Nantes, que colocou 6 milhões à mesa de forma imediata. Se o clube francês igualar a quantia de 8 milhões de euros para levar o atacante já nesta janela, o Botafogo será ultrapassado e o Olympique vai aceitar os números do outro clube francês.

Luís Henrique com um de seus empresários (Foto: Divulgação/OM)
Luís Henrique com um de seus empresários (Foto: Divulgação/OM)
Foto: Lance!

ESTAFE DE LUÍS HENRIQUE 'FORÇA' IDA PARA O FLAMENGO

Apesar do acerto entre Botafogo e Olympique, parte da equipe que cuida da carreira de Luís Henrique segue, nos bastidores, tentando trabalhar para reverter a situação com o Flamengo.

O desejo de um dos empresários do atacante é que o camisa 11 jogue pelo Rubro-Negro. Luís Henrique, vale ressaltar, não tem ciência sobre isso. O Botafogo não gostou da repercussão que as notícias envolvendo o Flamengo geraram junto à imagem do jogador, que saiu com a fama de "traidor".

Isso causa até mesmo um descontentamento entre a própria equipe que cuida da carreira de Luís, porque um dos empresários considera que o acerto com o Botafogo é o correto.

De qualquer forma, alguns dos agentes ainda tentam conversar com o Olympique porque acreditam que o melhor para a carreira de Luís será jogar pelo Flamengo. O Botafogo, como em toda a negociação, segue no páreo, continua tendo conversas com o Olympique e segue confiante pelo desfecho positivo.

Lance!
Publicidade
Publicidade