3 eventos ao vivo
NBB

Em noite de recordes, Giovannoni decide e Brasília se recupera no NBB

28 jan 2014
23h12
atualizado em 29/1/2014 às 00h28
  • separator
  • comentários

Em noite especial para Nezinho e Alex, Guilherme Giovannoni roubou a cena e foi decisivo em mais uma vitória do Brasília no NBB. A vítima do tricampeão foi o Vivo/Franca, que não suportou à pressão do Ginásio da Asceb, na capital federal, e acabou derrotado por 87 a 72.

Após marcar apenas seis pontos durante todo o primeiro tempo, Giovannoni teve desempenho impressionante na segunda metade de jogo. Com mais 21 pontos, 14 deles no último quarto, o ala/pivô chegou a 27 e registrou duplo-duplo com dez rebotes.

"Nada melhor para esquecer uma derrota do que uma vitória, ainda mais diante de um rival tradicional. Crescemos bastante no segundo tempo e aproveitamos para corrigir alguns erros que cometemos no primeiro tempo. Isso foi fundamental para conseguirmos a vitória hoje", comemora o jogador.

Apesar da bela exibição de Giovannoni, a noite foi especial para outros dois atletas do Brasília. Com 15 pontos e seis assistências, o armador Nezinho juntou-se a Fúlvio e Larry Taylor no seleto grupo de atletas a atingirem a marca de mil passes para cesta no NBB. Já Alex, que atuou com uma proteção no nariz, anotou duplo-duplo de 15 pontos e 12 rebotes e fez história ao ser o primeiro jogador a chegar a mil neste fundamento na competição.

Com o triunfo, o 12º na temporada, o Brasília se recupera da derrota no clássico com o Flamengo. Com 31 pontos e 63,2% de aproveitamento, o maior campeão do NBB ocupa a quinta posição na tabela. Já o Vivo/Minas segue com 23 pontos e 35,3% de aproveitamento, em 13º, fora da zona de classificação para os playoffs.

A situação da equipe mineira se complicou ainda mais com a vitória do Paschoalotto Bauru. Última equipe dentro da zona de classificação, o time paulista recebeu o Minas Tênis Clube no Ginásio Panela de Pressão e conquistou vitória por 76 a 69. Murilo, com 17 pontos e nove rebotes, e Ayarza, com 16 pontos e oito rebotes, foram os principais jogadores da equipe.

Com o resultado, o Bauru chegou aos 24 pontos e 41,2% de aproveitamento e se consolidou na 12ª posição. Já o Minas, que podia ultrapassar o rival em caso de vitória, segue com 24 pontos e 33,3%, em 14º.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade