PUBLICIDADE

DeMarcus Cousins é o astro a cair mais rápido na NBA

Em seu segundo contrato de dez dias, o pivô não tem permanência garantida no Clippers

22 abr 2021
0comentários
Publicidade

O pivô DeMarcus Cousins era um verdadeiro astro até três anos atrás, mas sua situação mudou drasticamente desde então, transformando-se em um mero jogador de contrato de dez dias. O jornalista Frank Urbina, do site Hoopshype, indicou que o atleta do Los Angeles Clippers foi o jogador que mais rápido deixou de ser All Star a ter acordos mínimos na NBA.

Memphis Grizzlies v LA Clippers
Memphis Grizzlies v LA Clippers
Foto: Adam Pantozz/AFP / Jumper Brasil

Cousins foi selecionado para o Jogo das Estrelas em 2 de fevereiro de 2018, o quarto de sua carreira, quando ainda jogava pelo New Orleans Pelicans. Naquela temporada, ele obteve médias impressionantes: 25.2 pontos, 12.9 rebotes, 5.4 assistências, 1.6 bloqueio e 1.6 roubada. No entanto, ele sofreu uma lesão no tendão de Aquiles dias antes e sequer atuou naquela partida festiva. Foram necessários 1.142 dias, superando Phil Chenier em quase 300 dias. Sua carreira "despencou" desde então.

Ainda em recuperação, Cousins assinou com o Golden State Warriors para a temporada seguinte. Longe de sua melhor forma física, ainda conseguiu ser titular nas 30 partidas que atuou naquela campanha e sustentou 16.3 pontos e 8.2 rebotes na fase regular, mas teve outra contusão no início dos playoffs, perdendo a posição no quinteto inicial. Na final, o Warriors foi superado pelo Toronto Raptors e o pivô fechou com o Los Angeles Lakers em seguida.

Entretanto, durante treinamentos, ele se machucou mais uma vez, agora, uma ruptura nos ligamentos do joelho. Cousins ficou fora de toda a campanha que deu o título ao Lakers. Então, mais uma oportunidade apareceu: Houston Rockets.

Em novembro do ano passado, o jogador aceitou proposta do time texano e, quando, finalmente parecia estar evoluindo, mesmo sendo reserva na maioria das vezes, foi dispensado pelo Rockets no fim de fevereiro. Pouco mais de um mês depois, o Clippers ofereceu um acordo de dez dias, por conta da ausência do lesionado Serge Ibaka. A equipe californiana deu a ele, no último dia 16, um segundo contrato.

Recentemente, Isaiah Thomas tornou-se o terceiro da lista, atrás de Cousins e Chenier, ao fechar com o New Orleans Pelicans um contrato de dez dias. Thomas foi All Star pelo Boston Celtics em duas oportunidades, mas também sofreu com lesões e viu sua carreira descer de patamar rapidamente. Seu acordo com o Pelicans não foi renovado.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade