PUBLICIDADE

Michael Jordan se torna primeiro atleta a entrar na lista de mais ricos dos EUA

3 out 2023 - 14h46
Compartilhar
Exibir comentários

Considerado por muitos o maior jogador da história do basquete, Michael Jordan teve sucesso inegável dentro das quadras, mas foi fora delas que o ex-ala-armador do Chicago Bulls fez a sua fortuna. Na última segunda-feira, Jordan entrou para a lista da Forbes das 400 pessoas mais ricas dos EUA, com patrimônio estimado em R$ 15 bilhões.

Em 2014, Jordan se tornou o primeiro atleta profissional bilionário, mas foi em agosto deste ano que o ex-jogador aumentou consideravelmente a sua fortuna. Isso porque Jordan vendeu sua participação majoritária no time da NBA, Charlotte Hornets, por aproximadamente 3 bilhões de dólares (R$ 15 bilhões na cotação atual).

Em 2010, a lenda do basquete investiu 275 milhões de dólares (R$ 1,4 bilhão na cotação atual) para comprar a equipe. Mesmo sem vencer títulos, o valor do time teve aumento de quase 11 vezes em 13 anos.

Além da venda dos Hornets, Jordan também conta com negócios com grandes empresas, entre elas McDonald's, Gatorade e, principalmente, Nike. Com a empresa de calçados, o ex-jogador tem a sua própria linha de tênis e ganha com a venda de cada par de Air Jordan. Segundo a Forbes, seu cheque anual de royalties mais recente foi de cerca de US$ 260 milhões (R$ 1,3 bilhão na cotação atual).

Agora, o novo foco de Jordan é no setor automobilístico, em especial a Nascar. Em 2020, cofundou a equipe da Cup Series, 23XI Racing, para disputar uma das principais séries de corridas dos EUA.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade