PUBLICIDADE

Líderes, Real Madrid e Barcelona vencem na Liga ACB

Armador brasileiro Marcelinho Huertas, do Tenerife, tem mais uma grande atuação

17 abr 2021
0comentários
Publicidade

A 31ª rodada da temporada regular da Liga ACB 2020/21, nome oficial do campeonato espanhol de basquete masculino, chegou ao fim nessa sexta-feira (16), com oito jogos realizados. Os destaques ficaram por conta das vitórias dos líderes Real Madrid e Barcelona, além de mais uma grande atuação do armador brasileiro Marcelinho Huertas.

Nico Laprovittola - Real Madrid x Tenerife
Nico Laprovittola - Real Madrid x Tenerife
Foto: Pedro Castillo / Jumper Brasil

O jogo entre Andorra e Fuenlabrada, time do também brasileiro Léo Meindl, foi adiado devido aos casos de coronavírus no time andorrano.

Confira os resultados e os resumos:

Real Madrid 84 x 76Tenerife

Local: WiZink Center

Com um grande terceiro quarto, o líder conquistou mais uma vitória, a 15ª seguida (24 x 16, 14 x 22, 21 x 11 e 25 x 27), com 21 pontos de Nico Laprovittola, que converteu cinco de seus nove arremessos de três. O brasileiro Marcelinho Huertas, do time tinerfeño, foi o cestinha da partida, com 23 pontos em 29 minutos em quadra, além de um rebote defensivo e duas assistências.

Gran Canaria 74 x 92 Barcelona

Local: Gran Canaria Arena

Com atuação destacada de Nikola Mirotic, autor de 26 pontos (dez bolas de três arremessadas e seis certas), o Barça, que ao todo converteu incríveis 16 de seus 24 lançamentos de três pontos, começou com tudo e não encontrou dificuldades para vencer (31 x 17, 22 x 20, 21 x 19 e 18 x 18). Outros quatro jogadores do time culé anotaram dois dígitos: Adam Hanga (13), Roland Smits (11), Cory Higgins (11) e Kyle Kuric (10). O craque Pau Gasol marcou seis pontos e pegou cinco rebotes. Quem mais pontuou pelos mandantes foi Sean Kilpatrick, com 14 pontos, mas que curiosamente errou seus seis arremessos de dois pontos.

Baskonia 96 x 92 Estudiantes

Local: Fernando Buesa Arena

Com 34 pontos de Rokas Giedraitis e um duplo-duplo de Pierrià Henry (15 pontos e dez assistências), o atual campeão, desfalcado de Luca Vildoza e Tonye Jekiri, venceu de virada em casa num duelo equilibrado (23 x 24, 32 x 20, 17 x 25 e 24 x 23). Outros três jogadores dos mandantes anotaram dois dígitos: Zoran Dragic (14), Tadas Sedekerskis (12) e Achille Polonara (10). O Estu, mesmo com supremacia nos rebotes (41 x 30), teve Edgar Vicedo como principal pontuador, com 17, e Ángel Delgado com um duplo-duplo (dez pontos e 15 rebotes).

Valencia 97 x 82 Obradoiro

Local: Pabellón Fuente de San Luis

Melhor em todos os quartos (28 x 18, 24 x 23, 25 x 23 e 20 x 18), os valencianos, apesar do fraco aproveitamento nas bolas de três (apenas cinco convertidas em 17 lançadas), viram seis de seus jogadores terminarem com dois dígitos: Klemen Prepelic (16), Nikola Kalinic (16), Guillermo Vives (15), Derrick Williams (12), Joan Sastre (12) e Mike Tobey (10). O Obra teve o cestinha da partida: Steven Enoch, com 24 pontos.

San Pablo Burgos 79 x 90 Gipuzkoa

Local: Coliseum Burgos

Importantíssimo triunfo de virada do time basco (19 x 25, 24 x 14, 19 x 21 e 28 x 19), com 18 pontos de Viny Okouo, um dos cestinhas do jogo ao lado do brasileiro Vítor Benite, que em 24 minutos em quadra, ainda deu uma assistência, um toco, roubou uma bola e apanhou seis rebotes para os mandantes.

Real Betis 55 x 84 UCAM Murcia

Local: Palacio Municipal de Deportes San Pablo

Fácil vitória dos murcianos (19 x 17, 24 x 11, 22 x 16 e 19 x 11), com cinco jogadores anotando dois dígitos: o cestinha Isaiah Taylor, que marcou 21 pontos, e também James Webb (autor de um duplo-duplo, com 15 pontos e 11 rebotes), Kostas Vasileiadis (12), Nemanja Radovic (11) e Sadiel Rojas (10). O brasileiro Augusto Lima terminou com quatro pontos, oito rebotes, um roubo de bola e dois tocos, em 17 minutos. O time bético teve péssimo desempenho nas bolas de três (apenas uma certa em 13 arremessadas) e viu James Feldeine ser o único a anotar mais de nove pontos, terminando com 14.

Manresa 92 x 82 Zaragoza

Local: Pavelló Nou Congost

De virada, os manresanos seguem vivos na briga por um lugar nos play-offs (15 x 21, 21 x 9, 28 x 28 e 28 x 24), com cinco jogadores anotando dois dígitos: Makai Mason (19), Frankie Ferrari (autor de um duplo-duplo, com 17 pontos e dez assistências), Scott Eatherton (também autor de um duplo-duplo, com 16 pontos e 11 rebotes), Rafa Martínez (10) e Yankuba Sima (10). De negativo nos mandantes o baixo aproveitamento nas bolas de três: somente quatro acertos em 24 lançamentos. A equipe aragonesa também foi mal, com apenas sete bolas convertidas em 31 lançadas, e teve o cestinha, Dylan Ennis, com 22 pontos.

Unicaja Málaga 88 x 74 Bilbao

Local: Palacio de Deportes José María Martín Carpena

Sem entrar em quadra durante 19 dias, o time malaguenho contou com um exuberante Darío Brizuela, autor de 31 pontos, seu recorde pessoal na Liga, para conseguir uma vitória de virada no último quarto (18 x 22, 17 x 16, 23 x 22 e 30 x 14). Os bilbaínos tiveram como principal pontuador Jaylon Brown, com 16. O brasileiro Felipe dos Anjos, em oito minutos, anotou quatro pontos, pegou seis rebotes, recuperou uma bola e deu um toco.

Classificação

1- Real Madrid: 29 vitórias e uma derrota

2- Barcelona: 26 vitórias e quatro derrotas

3- Tenerife: 23 vitórias e seis derrotas

4- Baskonia: 22 vitórias e oito derrotas

5- Valencia: 19 vitórias e 11 derrotas

6- San Pablo Burgos: 18 vitórias e 11 derrotas

7- Joventut Badalona: 16 vitórias e 13 derrotas

8- Unicaja Málaga: 14 vitórias e 14 derrotas

9- Manresa: 14 vitórias e 16 derrotas

10- Gran Canaria: 13 vitórias e 16 derrotas

11- Andorra: 12 vitórias e 15 derrotas

12- UCAM Murcia: 12 vitórias e 17 derrotas

13- Zaragoza: dez vitórias e 19 derrotas

14- Obradoiro e Fuenlabrada: nove vitórias e 20 derrotas

16- Estudiantes: nove vitórias e 21 derrotas

17- Real Betis: oito vitórias e 21 derrotas

18- Bilbao e Gipuzkoa: sete vitórias e 22 derrotas

Estatísticas

Melhor ataque: Barcelona (2.618 pontos anotados)

Pior ataque: Andorra (2.108 pontos anotados)

Melhor defesa: Andorra (2.126 pontos sofridos)

Pior defesa: Estudiantes (2.618 pontos sofridos)

Melhor saldo: Barcelona (+423)

Pior saldo: Gipuzkoa (-363)

Mais pontos em um jogo: Estudiantes (113)

Menos pontos em um jogo: Betis (53)

Mais pontos em um quarto: 43 (Tenerife)

Menos pontos em um quarto: 4 (Unicaja Málaga)

Maior diferença de pontos: 45 (Tenerife 107 x 62 Obradoiro)

Maior pontuador em um só jogo: 38  (AJ Slaughter  - Gran Canaria)

Principal cestinha: Melo Trimble (Fuenlabrada - 18,0 pontos de média)

Principal reboteiro: Ondrej Balvin (Bilbao - 8,8 rebotes de média)

Principal assistente: Dani Pérez (Manresa - 6,5 assistências de média)

Próxima rodada

17/04 (sábado): Barcelona x Manresa

18/04 (domingo): Obradoiro x Gran Canaria, Baskonia x San Pablo Burgos, Zaragoza x Gipuzkoa, Real Madrid x Joventut Badalona, Tenerife x Unicaja Málaga e Estudiantes x Real Betis

Jogos adiados: UCAM Murcia x Andorra e Bilbao x Fuenlabrada

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade