PUBLICIDADE

Red Bull diz que Pérez lutou com Hamilton "tão firmemente quanto Verstappen faria"

Christian Horner elogiou a atuação do mexicano em Istambul Park e defendeu a decisão da Red Bull de fazer o pit-stop logo após o duelo com Lewis Hamilton

13 out 2021 08h38
ver comentários
Publicidade
Grande duelo entre Hamilton e Pérez na Turquia
Grande duelo entre Hamilton e Pérez na Turquia
Foto: F1/Twitter / Grande Prêmio

F1: OS VENCEDORES E PERDEDORES DA SEGUNDA METADE DE 2021

Sergio Pérez encantou a Red Bull com a atuação no GP da Turquia de Fórmula 1. Chefe do time dos energéticos, Christian Horner avaliou que o mexicano segurou Lewis Hamilton no GP da Turquia de maneira tão firme quanto Max Verstappen o faria e classificou a atuação do piloto número dois da equipe como um "trabalho incrível".

Pérez e Hamilton protagonizaram o grande momento da corrida em Istambul Park nas voltas 34 e 35 da corrida. O britânico chegou de vez no piloto da Red Bull e colocou o carro lado a lado para fazer a ultrapassagem. Sergio, porém, se manteve firme e defendeu a posição mesmo à beira de um toque.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Christian Horner elogiou a atuação de Sergio Pérez na Turquia (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Ele disputou com Lewis tão firmemente quanto Max faria", disse Horner à emissora britânica Sky Sports. "Dá para vê-los disputando roda a roda [na curva 14], e ele, de fato, acabou no pit-lane!", comentou.

"Aí foi uma corrida na reta. E ele simplesmente persistiu e ficou firme, então foi uma ótima jogada dele", elogiou.

Na visão de Horner, a Red Bull tomou a decisão correta ao chamar Pérez para os boxes logo depois da disputa com Hamilton.

"Para nós, o momento crucial foi quando parar Checo. Poderíamos tê-lo deixado na pista para seguir segurando Lewis", ponderou. "Decidimos pará-lo para asseguramos aquela posição na pista, pois na acreditávamos que aqueles pneus durariam até o fim da corrida", completou.

AINDA É POSSÍVEL TER ÍDOLOS BRASILEIROS NO ESPORTE A MOTOR? | GIRO BR #30

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade