PUBLICIDADE

O que acontece com os pneus usados por Lewis Hamilton na Fórmula 1?

A temporada da F1 tem 22 corridas e cerca de 35 mil pneus são gastos por ano na categoria; apesar do total, todos são reaproveitados

6 nov 2023 - 15h44
(atualizado às 17h30)
Compartilhar
Exibir comentários
Lewis Hamilton, no GP de São Paulo
Lewis Hamilton, no GP de São Paulo
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Você já parou para pensar para onde vão os pneus usados em um fim de semana de Grande Prêmio de Fórmula 1? Ao todo, cada piloto recebe 20 jogos de pneus, sendo 13 deles para pista seca, quatro do tipo intermediário e três para pista molhada.

Como a temporada da F1 tem 22 corridas, cerca de 35 mil pneus são gastos por ano na categoria. Apesar do volume impactar, um represetante da Pirelli, fornecedora oficial de pneus da categoria, explicou que as sobras são reaproveitadas. 

"Nós conseguimos saber tudo o que acontece com um pneu de F1 desde o dia que ele foi criado até o dia em que é destruído. Eles são constantemente analisados. Vemos a hora que foi colocado no carro, a hora que foi empurrado em um carrinho, a hora que entrou e saiu do container. Tudo", disse Scott, em entrevista ao Autoesporte, durante o GP de São Paulo.

Depois de cada etapa, os pneus são recolhidos e transportados de volta ao centro de engenharia e logística da Pirelli, em Didcot, na Inglaterra. No local, os compostos são reciclados.

O Brasil já decidiu o título da F1 seis vezes O Brasil já decidiu o título da F1 seis vezes

Ao passarem por testes, eles são triturados e aquecidos, já sendo misturados com outros tipos de pneus. No processo os compostos ainda são queimados em temperaturas extremamente altas, que chegam a aproximadamente 1.400°C. O motivo é para liberar menos partículas nocivas ao meio ambiente. Depois disso, se torna combustível. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade