0

FIA desclassifica Renault do GP do Japão por denúncia da Racing Point

23 out 2019
22h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta quarta-feira, a FIA anunciou a desclassificação da Renault no GP do Japão de Fórmula 1. O protesto feito pela equipe Racing Point, que dizia respeito à irregularidades da montadora francesa, foi analisado e acatado em Genebra.

A reclamação era de que a Renault contava com uma especia de freios com ajuste automático, que beneficiava os pilotos. Segundo a própria FIA, o sistema não é ilegal de acordo com o Regulamentos Técnicos da F1, entretanto ele fere o Regulamento Esportivo, que declaram que "o motorista deve dirigir o carro sozinho e sem ajuda".

Renault foi desclassificada do GP do Japão (Foto: Reprodução)
Renault foi desclassificada do GP do Japão (Foto: Reprodução)
Foto: Gazeta Esportiva

Com a decisão, os pilotos da Renault, Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg acabaram desclassifcados. Dessa forma, perderam, respectivamente, o sexto e o décimo lugar em Suzuka. De quebra, a equipe ainda perdeu os nove pontos conquistados no circuito, passando de 77 para 68 pontos na classificação geral.

Lance Stroll, da Racing Point, herdou a nona colocação, enquanto Daniil Kvyat ficou com o décimo lugar. O canadense soma mais dois pontos, que o permite pular para a 15ª posição. Já o russo, com mais um ponto, deixa a 13ª colocação e vai para a 11ª.

Confira o Top 10 atualizado do GP do Japão:

1. Valtteri Bottas (Mercedes)

2. Sebastian Vettel (Ferrari)

3. Lewis Hamilton (Mercedes)

4. Alex Albon (Red Bull)

5. Carlos Sainz (McLaren)

6. Charles Leclerc (Ferrari)

7. Pierre Gasly (Toro Rosso)

8. Sergio Perez (Racing Point)

9. Lance Stroll (Racing Point)

10. Daniil Kvyat (Toro Rosso)

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade