PUBLICIDADE

Em GP 200, Alonso toca em Vettel e abandona no início na Malásia

24 mar 2013 - 05h22
(atualizado às 08h45)
Compartilhar
Exibir comentários

Em sua 200ª prova na carreira na Fórmula 1, Fernando Alonso não teve motivos para comemorar. O piloto largou na terceira posição no Grande Prêmio da Malásia, neste domingo, e rapidamente ultrapassou o brasileiro Felipe Massa para chegar ao segundo lugar. Ainda na primeira curva, porém, o espanhol tocou a traseira da Red Bull do alemão Sebastian Vettel, o líder, sendo obrigado a abandonar.

Com a asa dianteira avariada, Alonso poderia ter parado nos boxes ao fim da primeira volta, mas preferiu seguir na corrida. A asa, porém, quebrou-se completamente logo na abertura da segunda volta, o que obrigou o piloto a abandonar.

Depois da etapa, o espanhol confirmou ter optado por não trocar o material imediatamente para não voltar à pista na última posição. Ele acreditava que o equipamento fosse suportar até o “terceiro ou quarto giro”, quando trocaria os pneus intermediários pelos de pista seca.

Apesar do resultado, o piloto classificou essa decisão como “certa”, dizendo que "falar depois é fácil" e que valia a pena correr esse risco para tentar vencer. O chefe ferrarista, Stefano Domenicali, mostrou outra opinião: ele disse que o time correu "um risco inútil" ao não antecipar o pit stop para trocar a asa.

Antes da corrida, Alonso havia sido homenageado pela Ferrari. Nos boxes do circuito de Sepang, ele posou ao lado de Massa, de Domenicali e dos demais funcionários da equipe junto a uma placa que continha a seguinte inscrição: "Fernando 200 GP". 

Em 200 provas na carreira, ele soma 30 vitórias, 22 pole positions, 19 voltas mais rápidas, 87 pódios e 1.382 pontos. O abandono foi o 35º da carreira do automobilista na F1, a qual começou pela Minardi, em 2001. Alonso foi bicampeão mundial pela Renault, em 2005 e 2006, e está na Ferrari desde 2010. 

Alonso chegou à Malásia como o vice-líder do Mundial de Pilotos, com os 18 pontos conquistados no GP da Austrália, o primeiro da temporada, e caiu para o sexto lugar da tabela depois do acidente. O líder é Vettel, que chegou a 40 pontos após vencer em Sepang. 

F1: dê uma volta virtual no circuito de Sepang na Malásia:

Guia Fórmula 1
Guia Fórmula 1
Foto: AFP

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade