PUBLICIDADE

"É modo ataque, Sainz! Senão vai ter de abrir para Leclerc no fim"

Frédéric Vasseur já mandou o recado: não vai hesitar se tiver de escolher entre Charles Leclerc e Carlos Sainz numa eventual briga pelo título contra as rivais. E essa postura coloca imediatamente Carlos Sainz na berlinda

30 jan 2023 - 11h01
Compartilhar
Exibir comentários
(
(
Foto: Thiago Rocha/Grande Prêmio / Grande Prêmio

Primeiro piloto na Ferrari não é nenhuma novidade, afinal, a equipe italiana funciona bem assim. Michael Schumacher está aí para provar, assim como Fernando Alonso e até Sebastian Vettel, mas o time de Maranello fugiu a essa regra nos dois últimos anos, com Charles Leclerc e Carlos Sainz. Acontece que a máxima "que vença o melhor" está com os dias contados.

Isso porque Frédéric Vasseur já deixou claro que não hesitará em agir se tiver de escolher entre Leclerc ou Sainz numa eventual disputa de título. A postura do novo chefe da Ferrari, aliás, contrasta com a relutância de Mattia Binotto em reconhecer que era do monegasco a preferência na briga contra a Red Bull de Max Verstappen.

Relacionadas

Ferrari descarta primeiro piloto, mas promete "agir" se tiver de escolher entre Leclerc e Sainz
Dados positivos e 1s mais rápida: como Ferrari trabalha para voltar a vencer na F1 2023
Chefe da Ferrari destaca importância de estratégia na F1: "Pode mudar toda a corrida"

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

E essa mudança de pensamento coloca imediatamente Sainz na berlinda, pois a Ferrari, ainda que não admita, não esconde a predileção pelo #16. É por isso que caberá ao espanhol tornar essa uma verdadeira 'escolha de Sofia' para Vasseur.

Confira a análise de Luana Marino. Assista ao vídeo:

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade