PUBLICIDADE

Ekström supera Schumacher e conquista tetracampeonato no ROC 2023

O sueco Mattias Ekström mais uma vez demonstrou sua habilidade no rali e superou o jovem alemão Mick Schumacher para conquistar seu quarto título do Race of Champions

29 jan 2023 - 13h10
Compartilhar
Exibir comentários
Mattias Ekström comemora quarto título do Race of Champions
Mattias Ekström comemora quarto título do Race of Champions
Foto: Jean-Francois Galeron/Race Of Champions / Grande Prêmio

Mattias Ekström bateu o jovem alemão Mick Schumacher por 2 a 0 e venceu pela quarta vez na carreira o Race of Champions neste domingo (29). O sueco venceu batalhas apertadas contra o compatriota Johan Kristoffersson e o belga Thierry Neuville, vice-campeão por equipes ao lado de Felipe Drugovich, superou um breve incêndio no câmbio para triunfar no campeonato que foi disputado no gelo, em Pite Havsbad, na Suécia.

"É, isso não estava nos planos. Eu tive um começo ok, mas depois de meia volta algo pegou fogo no carro e começou a ter uma fumaça ruim. Acho que meu co-piloto gostaria que eu tivesse parado, mas eu não estava muito interessado nisso. Então desliguei o para-brisa e o aquecedor e continuei, tentei apagar o fogo na reta e felizmente deu certo", contou Mattias em entrevista após a corrida.

Relacionadas

Alonso destaca energia e motivação da Aston Martin: "Atmosfera muito especial"
Comissão de Ética vê plágio "inequívoco e recorrente" ao GRANDE PRÊMIO e pune jornalistas do Estadão
Do choro de Hamilton ao 'migué' de Wolff. Isso muda na F1 2023? | WGP

Ekström, que tem em seu currículo dois títulos do DTM em 2004 e 2007 e um título do Mundial de Ralicross em 2016, já havia vencido o ROC em 2006, 2007 e 2009. Curiosamente, nas duas últimas conquistas, o sueco superou Michael Schumacher, e poder competir novamente em uma final contra seu filho acabou se tornando um momento extremamente emocionante.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mick Schumacher surpreendeu e foi o vice-campeão do ROC 2023
Mick Schumacher surpreendeu e foi o vice-campeão do ROC 2023
Foto: Will Taylor-Medhurst/Race Of Champions / Grande Prêmio

"Isso é algo mais especial para mim do que vencer. Todo mundo sabe que eu tive duas finais contra o Michael quando ele estava aqui e é fantástico de certa forma competir contra o Mick, e também muito emocionante para mim, porque só tive ótimos momentos com o Michael nesse evento", disse o sueco.

"Vê-lo na final é muito especial e estou muito orgulhoso, porque ele também estava comigo na sexta-feira no carro do Dakar. Ele é um grande talento e tem muito pela frente, então estou ansioso pelas próximas disputas e sei que não vai demorar até eu ser vencido, mas contra você eu não teria nenhum problema em terminar em segundo", concluiu o emocionado Ekström.

Mick precisou vencer quatro disputas para chegar até a final. Primeiro, o alemão bateu o sueco Felix Rosenqvist e depois o britânico David Coulthard. Nas quartas de final, vitória emocionante sobre o brasileiro Felipe Drugovich, que havia eliminado o finlandês Mika Häkkinen, com direito a chegada de lado. A semifinal reservou um confronto entre amigos com Sebastian Vettel, mas Schumacher levou a melhor sobre o tetracampeão.

No primeiro duelo da melhor de três da final, com UTVs, Ekström venceu com uma vantagem mínima. Já na segunda bateria, com carro elétrico, o veterano do ralicross não teve dificuldades para superar o campeão da Fórmula 2 e levantar o caneco.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade