0

Após 2 anos afastada, heptatleta prevê bater próprio recorde

13 out 2011
18h31
Marcelo do Ó
Vagner Magalhães
Direto de San Luis Potosí (México)

A brasileira Lucimara Silvestre se diz pronta para disputar o heptatlo nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que começam no próximo dia 14 de outubro, no México. Para chegar à competição, ela só disputou duas provas, após de cumprir dois anos de suspensão pelo uso de doping. Em 2009, juntamente com outros quatro atletas que treinavam em Presidente Prudente, foi encontrada na sua amostra a substância eritropoietina (EPO), utilizada para acelerar a recuperação após os treinos.

Animada com o desempenho no seu retorno, ela já faz planos de quebrar o recorde sul-americano do heptatlo, é dela própria. "Meu objetivo é fazer o meu melhor, quebrar o recorde sul-americano. Se vier uma medalha de ouro, será muito bem-vinda. Estou vindo aqui para brigar pelo ouro. O recorde sul-americano é de 6.076 pontos e o recorde pan-americano é de 6.290 pontos. Vou para cima com todas as minhas forças. Não tenho dúvida que vai dar uma marca esplendorosa para mim.

O heptatlo - composto pelas provas dos 100 m com barreiras, salto em altura, arremesso de peso, 200 m, salto em distância, lançamento de dardo e 800 m - faz parte do programa olímpico desde 1984 e é disputado em dois dias consecutivos.

Lucimara diz que a prova dos 800 m é aquela que atualmente traz a ela mais preocupações e pode atrapalhar o seu desempenho. "Eu vou usar a cabeça, vou começar a aquecer forte para ganhar um pouco mais de resistência. Em treino, não estou indo bem no lançamento de dardo e apenas mais ou menos no peso. Mas tenho certeza que na hora da competição tudo muda. Chegando lá eu tenho de acertar", diz.

Ela também faz planos para os Jogos de Londres, no ano que vem, depois que a Corte Arbitral do Esporte invalidou a regra de Osaka, estabelecida em 2008 pelo Comitê Olímpico Internacional. Pela lei, atletas pegos no exame antidoping com punição a partir de seis meses ficariam impedidos de disputar os Jogos Olímpicos.

"Fiquei muito feliz na semana passada ao saber que os atletas pegos no exame antidoping vão poder competir nas Olimpíadas, o que não estava definido até então. Não estou pensando em índice este ano. Só competi duas vezes. No Rio de Janeiro, quando fiz o índice para competir no Troféu Brasil, e no próprio Troféu Brasil. O Pan vai ser minha terceira disputa oficial. Preciso ganhar ritmo de competição, que é o que está faltando para mim. A partir do ano que vem, desde o começo, algumas marcas vão sair", afirma.

Pan 2011 no Terra

O Terra transmitirá simultaneamente até 13 eventos, ao vivo e em HD, dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara via web, tablets e celular.Com uma equipe com mais de 220 profissionais, a maior empresa de Internet da América Latina fará a mais completa cobertura da competição que será realizada de 14 a 30 de outubro, trazendo, direto do México, a preparação de atletas, detalhes da organização e toda a competição, com conteúdo em texto, fotos, vídeos, infográficos e muita interatividade. Nas redes sociais, você acompanha a cobertura dos Jogos na fanpage do Terra, e confere os bastidores em tempo real no Facebook e no Twitter.

Acesse também a cobertura em:

http://m.terra.com.br/guadalajara2011
http://tablet.terra.com.br
http://wap.terra.com.br/pan2011/
http://www.facebook.com/TerraBrasil

Fonte: Terra
publicidade