0

Atlético-MG reencontra visitante indigesto neste domingo

1 ago 2014
17h18
atualizado às 17h18
  • separator
  • comentários

O Atlético-PR não está entre os melhores visitantes do Campeonato Brasileiro: são apenas duas vitórias longe de seus domínios, mas para o seu xará mineiro é um indigesto adversário em Belo Horizonte. O clube curitibano foi o responsável por acabar com a época imbatível do alvinegro no Estádio Independência. Para o duelo do próximo domingo, o dono da casa espera vencer e mostrar quem manda.

Jogadores do Atlético-PR comemoram gol da vitória, no Estádio Independência
Jogadores do Atlético-PR comemoram gol da vitória, no Estádio Independência
Foto: Atlético-PR / Divulgação

Na época, o Atlético-MG vinha de uma sequência de mais de um ano sem ser batido no gramado do Independência, mas foi derrotado por 2 a 1. Aquele 31 de julho acabou com a grande vantagem do clube em seu gramado.

Mais de um ano depois o alvinegro de Minas Gerais tem a oportunidade de voltar a comandar no estádio. Naquela partida, o time da casa ainda vivia à ressaca da conquista da Copa Libertadores, e poupou alguns de seus jogadores. Além disso, a partida marcava a despedida do jovem Bernard, vendido ao futebol da Ucrânia.

A derrota foi dura: o Atlético-MG vencia por 1 a 0, mas sofreu gol nos instantes finais e foi batido com uma virada. O gol preto e branco, aliás, foi anotado por Bernard, que foi expulso logo em seguida por tirar a camisa atleticana e fazer uma homenagem ao clube do qual se despedia, recebendo o segundo cartão amarelo.

Para este confronto, o time mineiro vai com o que tem de melhor. Sem Ronaldinho, que acertou sua saída de forma amigável, Guilherme, que não enverga a 10, terá a missão de substituir o ex-craque atleticano e armar a equipe de Levir Culpi.

Um problema que o técnico Levir Culpi carrega para o duelo é a ausência do lateral esquerdo Pedro Botelho, por contrato não pode entrar em campo. Embora seja reserva, Botelho tem a preferência dos atleticanos, justamente por disputar posição com Emerson Conceição, ala extremamente criticado pelos alvinegros.

Kalil entrega "briguinhas" de Ronaldinho no Atlético-MG

O atacante Jô lembra a situação, mas pensa no futuro e pede atenção para o Atlético-MG não deixar escapar o bom resultado diante de seus torcedores. “Verdade, acho que todos nós temos a consciência que precisamos fazer começar no domingo. As equipes que vêm aqui vêm pra vencer, temos que começar a ganhar para melhorar no campeonato”, observou o jogador.

O zagueiro Réver, um dos principais líderes do Atlético-MG com a saída de Ronaldinho, acredita que será um jogo para ser estudado e diz que a equipe precisa aprender com os erros do último jogo para não ser surpreendido.

“Não podemos ir afoitos para cima do Atlético-PR, aconteceu isso em outras partidas. Contra o Sport, controlamos a partida e fomos derrotados. Temos que ter mais paciência, se conseguirmos conciliar isso, sairemos vencedores”, finalizou.

As equipes entram em campo com a responsabilidade da vitória. O Atlético-MG vem de uma derrota para o Sport, longe de casa, e conta com 15 pontos na 11ª colocação. Já o xará paranaense foi duramente batido pelo Fluminense em Curitiba. O time está na nona posição com 19 tentos conquistados.

Fonte: Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade