PUBLICIDADE
Logo do Atlético-MG

Atlético-MG

Favoritar Time

Atlético-MG e Ronaldinho selam novo acordo para pagamento de dívida de R$ 4 mi

Atlético ainda deve três parcelas ao ex-jogador, que serão quitadas nesta sexta-feira, em junho e em julho deste ano

9 mai 2024 - 18h45
(atualizado às 19h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Guillermo Legaria/AFP via Getty Images - Legenda: Ronaldinho atuou no Galo de 2012 a 2014
Guillermo Legaria/AFP via Getty Images - Legenda: Ronaldinho atuou no Galo de 2012 a 2014
Foto: Jogada10

O Atlético-MG chegou a um novo acordo com Ronaldinho Gaúcho para quitar uma dívida antiga, da época da passagem do ex-jogador pelo clube, entre 2012 e 2014. O novo compromisso foi assinado em março, contudo foi peticionado somente em abril. O débito é de R$ 4.195.912,23.

O clube pagará a dívida com Ronaldinho em quatro parcelas fixas, no valor de R$ 1.048.978,05 cada. A primeira delas já foi quitada pelo Galo. A próxima está prevista para esta sexta-feira (10). As outras duas estão programadas para 10 de junho e 10 de junho.

Se o clube atrasar integral ou parcialmente o pagamento, em um prazo maior que dez dias, o novo acordo prevê multa de 10% na parcela, segundo o "No Ataque".

Ronaldinho Gaúcho entrou na Justiça contra o Atlético-MG em 2021. Empresa pela qual recebia os direitos de imagem do contrato na época em que atuou pelo clube, a Planet Invest (registrada no nome de Roberto Assis, irmão do ex-jogador) homologou acordo na 36ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte.

Na época, o Galo fechou acordo para pagar R$ 6,2 milhões, R$ 500 mil a menos que a dívida original, em 31 parcelas de diferentes valores. Contudo, o clube passou a não quitar o débito a partir de novembro de 2022.

Atlético teve as contas bloqueadas

Por conta da inadimplência, o advogado do ex-atleta entrou com petição na Justiça em fevereiro de 2023, informando o atraso nos pagamentos. Assim, passou a pedir cobrança imediata dos valores que faltavam no acordo, que passava dos R$ 4,4 milhões.

Diante do débito, o Galo teve suas contas bloqueadas e viu o pedido por parte da defesa de Ronaldinho chegar a R$ 8,4 milhões. No entanto, provou ter quitado a metade disso e a dívida teve o valor diminuído.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade