PUBLICIDADE

Especialista explica como deixar o bumbum firme para o verão

Cirurgião plástico esclarece como combater a celulite e a flacidez para ter um bumbum mais volumoso e uniforme

15 jan 2024 - 17h00
(atualizado às 21h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Com a chegada do verão, o bumbum se torna uma área de foco para as brasileiras. Segundo o Google Trends, as pesquisas por cuidados para essa região costumam ter seu pico entre os meses de novembro e fevereiro.

Verão aumenta cuidados com o bumbum
Verão aumenta cuidados com o bumbum
Foto: Shutterstock / Alto Astral

O Brasil é tão reconhecido pelos tratamentos para os glúteos que virou nome de técnica, o Brazilian Buttlift, uma volumização com enxertos que, segundo o Google Trends, é mais buscada nos países nórdicos e nos Estados Unidos.

Apesar de toda fama, sempre surge a dúvida de quais são as melhores alternativas de cuidado com o bumbum, se somente cuidados tópicos são suficientes, em que casos é preciso uma cirurgia plástica, ou se há métodos menos invasivos que alcancem o mesmo resultado.

O cirurgião plástico Matheus Manica destaca que a avaliação do caso é importante para definir qual o melhor caminho e elenca algumas dúvidas frequentes que recebe no consultório em relação ao bumbum. Confira:

Como diminuir a celulite?

De acordo com o especialista, a celulite exige tratamentos mais profundos, pois além da retenção de líquido, podem estar atreladas à gordura localizada. "Hoje, existem métodos não invasivos. Em alguns casos, a lipoaspiração pode ser necessária, e cremes ajudam, mas eles não conseguem tratar todas as causas do problema e são complementares", explica. 

Como deixar o bumbum mais firme?

A falta de firmeza no bumbum, muitas vezes, está associada à flacidez. Para deixá-lo mais firme, o cirurgião explica que uma rotina de exercícios físicos e alimentação saudável ajuda a fortalecer os glúteos. 

No entanto, em casos mais leves de flacidez, o estímulo de colágeno pode ser suficiente para trazer firmeza à região. "Já quando há gordura localizada associada, a lipoaspiração com lipoenxertia é uma opção mais indicada", aponta ele. 

Os dois principais procedimentos, segundo o profissional, são a lipoescultura - que utiliza a própria gordura do corpo para modelar o bumbum - e a gluteoplastia. Neste procedimento, Matheus conta que é inserido um silicone para aumentar o bumbum. 

"Os métodos devem ser escolhidos a partir do que você busca", diz ele. "Para quem quer projeção, dar um formato mais arredondado, os dois procedimentos são possíveis. Já para quem quer um aumento lateral, arredondando o quadril, é preciso realizar a lipoescultura".

É possível aumentar o bumbum sem cirurgia?

O médico conta que já existem opções de preenchedores de ácido hialurônico especificamente para o bumbum que aumenta a região de forma não-invasiva. Além disso, bioestimuladores de colágeno - em especial o ácido poli-L-lático -, também podem ajudar a volumizar o bumbum sem intervenção cirúrgica. 

Entretanto, é essencial realizar esses procedimentos com um especialista qualificado para evitar riscos à saúde com a aplicação de substâncias perigosas, como o silicone industrial e o polimetilmetacrilato, popularmente conhecido como PMMA. 

Segundo o cirurgião, essa substância é injetada no bumbum, mas não é metabolizada pelo organismo e pode migrar para outras regiões. "Atualmente, o Conselho Federal de Medicina e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica não recomendam a prática, apesar de ter liberação na Anvisa", finaliza. 

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade