1 evento ao vivo

Como lidar com conflitos na equipe?

Um dos desafios dos líderes é, sem dúvidas, a capacidade de lidar com conflitos dentro da equipe.

18 nov 2019
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Speaker! Tudo bem com você?

Um dos desafios dos líderes é, sem dúvidas, a capacidade de lidar com conflitos dentro da equipe e, mais que isso, saber identificar quando esses conflitos ganham proporções maiores e se transformam em confrontos.

Se há um grupo de pessoas trabalhando juntas, haverá conflito. Longe de ser algo negativo, isso demonstra que existe uma diversidade de opiniões, vivências e perfis que, consequentemente, levarão à criação de produtos e serviços muito melhores.

Na prática, os conflitos podem funcionar como propulsores para grandes projetos. No entanto, para que isso aconteça, a ação do gestor é fundamental, a fim de controlar as dimensões desses conflitos e orientá-los a um sentido positivo.

Na gestão de conflitos, a comunicação tem um papel essencial, como veremos neste artigo. Vamos lá?

Foto: Shutterstock

Quais as diferenças entre conflito e confronto?

Essa pergunta é muito interessante, já que um líder não pode confundir esses dois termos e, mais que isso, deve ser capaz de identificar quando determinada situação se trata de uma coisa ou de outra.

A gestão de conflitos tem um papel importantíssimo para o rendimento de uma empresa e funciona como o conjunto de estratégias cujo propósito é o de administrar situações conflituosas dentro de uma equipe de trabalho e de uma empresa como um todo.

Quando se fala em “administrar conflitos”, algumas ações são importantes, tais como:

- mediar impasses entre profissionais de uma mesma equipe ou de equipes diferentes;

- identificar se o conflito entre profissionais se limita ao campo de ideias (e não ultrapassa o limite do que é profissional e pessoal);

- facilitar a resolução de conflitos, sempre que não estiverem contribuindo para o desenvolvimento da equipe;

- estabelecer um diálogo claro com liderados, evitando ruídos na comunicação.

Como lidar com conflitos na equipe?

Vejamos alguns cuidados importantes para lidar com conflitos na equipe:

- Impulsione a comunicação interna

Muitos dos conflitos que surgem vêm de equívocos na comunicação. O debate de ideias, por exemplo, pode deixar de ser saudável se os profissionais não conseguirem se expressar de forma clara, mantendo o foco. Por outro lado, o diálogo entre o líder e seus liderados também influenciará na mediação de conflitos, assim como em outras tantas demandas corporativas.

Por tudo isso, o gestor deve procurar diminuir ruídos na comunicação interna, implementando formas claras e eficientes para o diálogo corporativo. Nesse sentido, é indispensável:

- Dar feedbacks de uma maneira direta e que possa ser útil aos profissionais que os recebem;

- Definir uma plataforma única de diálogo;

- Impulsionar a comunicação interpessoal de cada colaborador para criar uma identidade empresarial sólida;

- Como gestor, investir nas próprias habilidades de comunicação, sendo cada vez mais assertivo na hora de repassar informações, solicitações e feedbacks;

- Seja um facilitador para os seus liderados

Já dissemos que os conflitos são comuns em todas as empresas e que têm sua importância para a evolução das equipes. No entanto, quando certos conflitos caminham para se tornarem algo mais grave, cabe ao gestor manter o controle da situação e buscar formas de superá-la, evitando danos maiores.

Nesse sentido, será necessário:

1. Identificar problemas dentro da equipe, ou seja, identificar se os conflitos de ideias tomaram outras proporções;

2. Fazer uma apuração de tais conflitos e suas circunstâncias, pautando-se sempre em dados reais – e não em suposições ou rumores que circulam pelos corredores da empresa;

3. Atuar como um mediador, evitando impor mais regras ou interferir de um modo negativo na relação dos profissionais que fazem parte da equipe;

O gestor é – ou deveria ser – um facilitador na gestão de conflitos, atuando como um líder. Isso quer dizer que a ideia é mediar tais conflitos, sendo uma figura chave para dialogar com os liderados e, a partir desse diálogo, encontrar soluções e garantir que as estratégias sejam colocadas em prática pela equipe.

A boa comunicação, como vimos ao longo deste artigo, é uma aliada tanto na prevenção de confrontos (para evitar que conflitos se transformem em confrontos) quanto na mediação e resolução de conflitos que já existem.

Se você já está fazendo as listas de prioridades para o próximo ano, aprimorar a comunicação da sua empresa deve estar entre elas!

 

Fonte:

https://www.thespeaker.com.br/gestao-conflitos-comunicacao/

The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade