0

Petróleo cai, pressionado por estoques dos EUA, câmbio e Arábia Saudita

18 out 2018
17h17
  • separator
  • comentários

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa, nesta quinta-feira, 18, ainda pressionados pela forte elevação nos estoques da commodity na última semana nos Estados Unidos. Além disso, o dólar em geral mais valorizado pressionou os contratos, bem como o ambiente de menor apetite por risco nos mercados em geral.

O petróleo WTI para dezembro, contrato mais líquido, fechou em queda de 1,42%, a US$ 68,71 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para dezembro recuou 0,94%, a US$ 79,29 o barril, na ICE.

A CMC Markets afirma em nota que os preços foram pressionados pela alta de 6,49 milhões de barris nos estoques dos EUA na última semana, revelada ontem. Segundo a consultoria, uma desaceleração na demanda puxa para cima os estoques. Além disso, a CMC lembra que há cautela com o caso do jornalista desaparecido no consulado da Arábia Saudita na Turquia. O temor é que Riad possa, num quadro de maior tensão diplomática com os Estados Unidos, usar o petróleo como instrumento de pressão.

Hoje, o dólar em geral mais valorizado também contribuiu para o quadro negativo nos preços. Nesse caso, a commodity fica mais cara para os detentores de outras moedas, o que contém o apetite dos investidores.

Após o fechamento, o Wall Street Journal divulgou informações de um relatório interno da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O jornal diz que o cartel teme que o preço do barril possa recuar mais nas próximas semanas, diante da elevação nos estoques dos EUA e de incertezas na demanda global. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade