PUBLICIDADE

Novo PMPF dos combustíveis traz aumento da gasolina em 12 estados

Preço médio ponderado ao consumidor final foi divulgado nesta sexta-feira (10) e passa a valer no próximo dia 16

10 set 2021 11h47
ver comentários
Publicidade
PMPF dos combustíveis de setembro
PMPF dos combustíveis de setembro
Foto: Shutterstock / Finanças e Empreendedorismo

O novo Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) dos combustíveis foi divulgado nesta sexta-feira (10) e deixou um alerta aos consumidores de 11 estados brasileiros e do Distrito Federal: vem um novo aumento por aí!

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial da União, a partir do dia 16 de setembro a Gasolina Comum (GAC) e o Álcool Etílico Hidratado Combustível (AEHC) terão um aumento no preço nos seguintes estados: TO, SP, SE, RO, RN, RJ, PR, PB, AP, AM AC e DF. Nos demais estados, o valor não deve sofrer alteração.

Para se ter uma ideia do aumento sofrido pela Gasolina Comum, no estado do Acre, o PMPF deste combustível ficará cerca de cinco centavos mais caro, indo de R$6,49 para R$6,54. Já no Paraná, o Álcool foi de R$4,35 para R$4,42, um aumento de sete centavos. 

O Óleo Diesel e o Diesel S10, por sua vez, ficarão mais caros em nove estados e mais baratos em outros três. Nos demais, o valor praticado atualmente será mantido. 

A tabela com todos os valores é pública e está disponível na página do Diário Oficial da União: https://in.gov.br/en/web/dou/-/ato-cotepe/pmpf-n-32-de-9-de-setembro-de-2021-343819399

O que é preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) e qual sua importância?

Como o próprio nome já diz, PMPF é o preço médio final dos combustíveis. Ele é calculado conforme as informações enviadas pelos governos de cada estado e é utilizado como valor base para a cobrança do ICMS, o qual corresponderá a um percentual deste PMPF. 

Ou seja, é em cima do valor do PMPF que os governos estaduais cobram o ICMS. A partir dessa informação, os consumidores precisam ficar atentos para duas questões: 1) o PMPF não é o valor que ele encontrará nas bombas dos postos de combustíveis, já que sobre este valor ainda será adicionado o ICMS; 2) quando há um aumento no PMPF, consecutivamente haverá uma alta no valor do ICMS. Já quando o Preço Médio cai, a taxa de ICMS também diminui.

Finanças e Empreendedorismo
Publicidade
Publicidade