1 evento ao vivo

Negociação entre Baidu e Peixe Urbano foi fechada em um mês

Foi um tempo recorde, em um mês a gente já fechou, disse Yan Di, diretor-geral do Baidu no Brasil

9 out 2014
12h45
atualizado às 12h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Julio Vasconcellos, criador e presidente-executivo do Peixe Urbano: fechar uma negociação como essa em um mês é recorde</p>
Julio Vasconcellos, criador e presidente-executivo do Peixe Urbano: fechar uma negociação como essa em um mês é recorde
Foto: Divulgação

A primeira grande do Baidu no Brasil foi fechada em um mês, é o que afirma o diretor-geral da Baidu no Brasil, Yan Di.

Dona do principal serviço de buscas na internet da China, a companhia confirmou nesta quinta-feira a compra da empresa de comércio eletrônico, Peixe Urbano.

“Foi rápido”, disse Yan Di ao Terra. “Foi um tempo recorde, em um mês a gente já fechou. Mas o contato começou em agosto”. De acordo com o executivo, a entrada do CEO global da gigante chinesa da internet, Robin Li, acelerou a negociação.

O discurso de rapidez para fechar o contrato entre brasileiros e chineses também foi abordado pelo presidente-executivo do Peixe Urbano, Júlio Vasconcellos, que ainda revela os bastidores da negociação.

“Fechar uma negociação como essa em um mês é recorde. O ‘namoro’ começou em agosto com o Baidu procurando uma empresa brasileira, como a nossa, e nós procurando um sócio”, disse Vasconcellos. “Eles conheceram a empresa (Peixe Urbano), os nossos números e depois de um tempo me convidaram para ir para a China e conhecer o Baidu e seu CEO, Robin Li”.

O executivo brasileiro ainda confirma que continuará no comando da companhia brasileira, mais conhecida como um dos grandes “shopping de ofertas” da internet no Brasil. Avaliada em R$ 180 milhões, o Peixe Urbano possui atualmente 20 milhões de usuários e 280 funcionários em seu quadro.

O Peixe Urbano servirá de porta de entrada para o Baidu, que prometeu ao governo brasileiro um investimento de R$ 120 milhões nos próximos três anos, ao inaugurar seu buscador no Brasil em julho deste ano.

Os valores da transação não foram revelados.

Sinergia e troca de tecnologia
A aliança entre um dos maiores players da internet mundial e o Peixe Urbano tende a ajudar o comércio eletrônico no País. Isso porque as empresas prometem não apenas uma aquisição de um serviço da internet brasileira, mas a troca de conhecimentos.

Desde o inicio da negociação, a gente descobriu que as duas empresas tem uma sinergia muito alta. E o perfil do Peixe Urbano encaixa muito próximo do Baidu. Tem ótimos índices no Brasil, com crescimento no mercado e aprovação dos consumidores. Algo que estávamos procurando”, diz Yan Di.

“Essa operação vai ganhar mais força. Tudo isso a gente vai trazer um serviço mais robusto mais solido do usuário”, completa Di.

Se por um lado o Baidu deseja fortalecer sua marca no Brasil, por outro lado o Peixe Urbano pretende melhorar sua relação de vendas na modalidade online-to-offline (O2O), interagindo com um número maior de usuários por meio de diversas plataformas, inclusive móveis (tablets e smartphones).

“O nosso carro-chefe sempre foi (serviços) de gastronomia, beleza e bem-estar e entretenimento. A gente vai continuar investindo nisso. Mas, com certeza, quando a gente pensa em desenvolvimento de produtos, pensa em melhorar o mobile”, disse Vasconcellos.

<p>Presidente-executivo global do Baidu, Robin Li, ajudou a acelerar as negociações</p>
Presidente-executivo global do Baidu, Robin Li, ajudou a acelerar as negociações
Foto: Getty Images

Inicialmente, com o aporte financeiro a Peixe Urbano não vai investir em novos funcionários. De acordo com o presidente-executivo da startup brasileira, os gastos serão “pontuais”, o foco será na integração das duas empresas.

“É mais uma questão de identificar oportunidades”, disse o CEO do Peixe Urbano.

“Essas áreas de sinergia (valores, métricas, crescimento e cultura) que a gente identifica, é algo que tem construir a quatro mãos. Pode ser com engenheiros do Peixe Urbano indo pra China. Ou identificando os melhores canais de comunicações”.

Como montar uma startup no Brasil

Uso da Peixe Urbano pelo Baidu
Yan Di ainda afirma que a Peixe Urbano poderá ser usada no futuro como porta de entrada não apenas no mercado brasileiro, mas em outras localidades que o Baidu está presente.

“Gostaríamos (de usar o Peixe Urbano fora do Brasil). Isso poderia ser uma grande possibilidade a longo prazo. Mas, inicialmente ele irá ajudar a otimizar nosso serviço no Brasil”, disse o diretor-geral do Baidu no Brasil.

Di ainda afirma que o projeto faz parte da meta de crescimento do Baidu, que espera alcançar metade da população até 2019, sendo o Brasil um de seus principais mercados.

“Anunciando essa grande notícia, que a gente oficializou a compra do Peixe Urbano. Nós estamos demonstrando o grande interesse que o Baidu tem no mercado brasileiro”, completou Di.  “A gente já está caminhando para esta direção. Independente do projeto a gente nunca para de procurar parcerias”.

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade