PUBLICIDADE

Raspadinhas Lotex voltarão e União espera arrecadar até R$ 3 bi por ano

A intenção do Ministério da Fazenda é que as raspadinhas sejam vendidas por pessoas com deficiência

22 mai 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Raspadinhas Lotex devem voltar a ser vendidas no Brasil
Raspadinhas Lotex devem voltar a ser vendidas no Brasil
Foto: Arquivo/Divulgação Loterias da Caixa

O Ministério da Fazenda vai recriar a Lotex, loteria instantânea conhecida como 'raspadinha'.

A volta da loteria será regulamentada na medida provisória que também trata sobre as regras para apostas virtuais. Com a iniciativa, o esperado é que a União arrecade cerca de R$ 3 bilhões por ano.

No governo anterior, segundo informou à GloboNews o secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Barbosa Pinto, houve duas tentativas de privatizar a Lotex, mas nenhuma teve sucesso. 

"A gente quer retomar a Lotex, que ela volte a ser operada, pelo menos transitoriamente, pela Caixa Econômica Federal e, com isso, a gente volte a arrecadar. A gente espera arrecadar ao ano quase R$ 3 bilhões com a volta dessa loteria", revelou.

Venda por pessoas com deficiência

O governo quer fazer com que as vendas da raspadinha, que estará disponível nos modelos físico e digital, sejam feitas apenas por pessoas com deficiência.

O texto que está sendo debatido justifica a decisão apontando que tem o intuito promover “o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais”, visando “inclusão social e cidadania”, seguindo as disposições do Estatuto da Pessoa com Deficiência.

Nove entidades de pessoas com deficiência (ABRA, CBCP, CBDV, CPB, CRPD, FCD/BR, FENPESTALOZZI, ONCB e ONEDEF) publicaram uma carta aberta manifestando apoio à proposta para que a comercialização seja exclusivamente feita por pessoas com deficiência.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade