0

Eletrobras abre plano de demissão consensual na subsidiária Furnas, mostra documento

10 out 2019
17h16
atualizado às 18h28
  • separator
  • 0
  • comentários

A estatal Eletrobras abriu um novo Plano de Demissão Consensual (PDC), dessa vez mirando funcionários da subsidiária Furnas, de acordo com documento visto pela Reuters nesta quinta-feira.

Trabalhadores em turbina na usina hidrelétrica de Furnas, em São José da Barra (MG) 
14/01/2013
REUTERS/Paulo Whitaker
Trabalhadores em turbina na usina hidrelétrica de Furnas, em São José da Barra (MG) 14/01/2013 REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

O programa de desligamentos vem em momento em que a elétrica estatal tem buscado enxugar seus quadros para reduzir custos em meio a preparativos para uma esperada privatização.

O plano de demissão de Furnas foi aberto na quarta-feira e receberá adesões até 14 de novembro, com os desligamentos previstos para 15 de dezembro, segundo documento da diretoria da companhia.

Os elegíveis ao programa são empregados aposentados ou em condições de aposentadoria até o final deste ano, além daqueles em cargo ou função de nível fundamental e servidores lotados em "unidades operativas desativadas ou em automação, com excedente de pessoal".

A companhia oferecerá indenização aos que aderirem ao PDC, incluindo 40% do saldo para fins rescisórios do FGTS e aviso prévio. O documento visto pela Reuters aponta que o incentivo indenizatório deverá variar de mínimo de 75 mil reais até máximo de 700 mil reais.

Procurada, Furnas disse que não iria comentar. A Eletrobras afirmou que irá se manifestar sobre o assunto por meio de comunicado ao mercado.

Não foi possível saber de imediato quantos funcionários podem ser enquadrados no programa.

Furnas atua em geração, transmissão e comercialização de energia, com presença em 15 Estados e no Distrito Federal, operando sistema com 21 hidrelétricas e duas termelétricas, além de mais de 29 mil quilômetros em linhas de energia, segundo informações do site da companhia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade