0

Teste: Kia Cerato sobe de classe no tamanho e no motor

Antes concorrendo com sedãs compactos como o Honda City, agora o novo Cerato 2.0 tem como rivais os médios Toyota Corolla e Honda Civic

30 set 2019
16h47
atualizado às 22h48
  • separator
  • 0
  • comentários

Enquanto os sedãs médios mais populares e mais vendidos brigavam por sua fatia de mercado, este liderado pelo Toyota Corolla e seguido do Honda Civic, o simpático sedã compacto Kia Cerato se mantinha como uma opção menos conhecida em um segmento imediatamente inferior. Até agora.

O novo Cerato trocou um motor 1.6 de 128 cv por um 2.0 de 167 cv.
O novo Cerato trocou um motor 1.6 de 128 cv por um 2.0 de 167 cv.
Foto: Divulgação

Em um lançamento ousado, a Kia apresentou a nova geração do Cerato, que trocou o motor 1.6 de 128 cv, o mesmo que equipa o Hyundai HB20, por um 2.0 flex de 167 cv. E mais: crescendo 80 mm no comprimento, ganhando mais espaço interno e volume de porta-malas, o novo Cerato foi promovido em sua categoria, tornando-se um sedã médio.

As novas medidas deixaram o Cerato com uma aparência mais robusta, com linhas mais modernas, inspirado no esportivo da marca, o belo cupê Stinger GT. No interior, mais tecnologia, com sistema multimídia com tela flutuante colorida de 8 polegadas, sensível ao toque, ar-condicionado dual zone com saída para os bancos traseiros, na versão SX, que tem também chave de presença smart key.

O Kia Cerato SX 2.0 é um sedã médio 4 estrelas, segundo os critérios do Guia do Carro
O Kia Cerato SX 2.0 é um sedã médio 4 estrelas, segundo os critérios do Guia do Carro
Foto: Guia do Carro

O novo motor Dual CVVT tem transmissão automática de seis velocidades, com quatro modos de condução, Comfort, Economy, Smart e Sport. O Kia Cerato SX tem ainda borboletas de trocas de marchas no volante.

A avaliação dinâmica do novo Kia Cerato foi feita em uma pista fechada, o circuito da Fazenda Capuava, no interior paulista. Mesmo não sendo o local mais adequado para se verificar o nível de conveniência dos equipamentos, tampouco o conforto em uso corriqueiro em estradas ou centros urbanos, as voltas rápidas na pista mostraram que o sedã é ágil e silencioso, com uma boa pegada de volante, que pode ser regulado em altura e distância, e também boas respostas do motor e do câmbio, que foi utilizado apenas no modo automático.

As bem-vindas inovações do novo Kia Cerato, no entanto, têm um preço: produzido no México, a versão menos equipada EX custa R$ 94.990 e a SX custa R$ 104.990, ambas com garantia de cinco anos ou 100 mil km.

A central multimídia tem tela colorida flutuante de 8".
A central multimídia tem tela colorida flutuante de 8".
Foto: Divulgação

O que é novo

  • Motor 2.0 flex 16V CVVT de 167 cv.
  • Visual externo, inspirado no esportivo Kia Stinger GT.
  • Dimensões da carroceria: largura e comprimento. Entre-eixos foi mantido.
  • Central multimídia com tela colorida flutuante de 8’’.
  • Smart key na versão SX.
  • Ar-condicionado Dual Zone com saídas para o banco traseiro na versão SX.
  • Controles eletrônicos de tração e estabilidade.
As novas medidas deixaram o Cerato com uma aparência mais robusta.
As novas medidas deixaram o Cerato com uma aparência mais robusta.
Foto: Divulgação

O que nós gostamos

  • Estabilidade.
  • Novo visual.
  • Volume do porta-malas.
  • Espaço interno e conforto a bordo.

O que pode melhorar

  • Faróis não são de LEDs.
  • Motor é bom mas não aderiu ao dowsizing, para melhorar consumo.
  • Falta ponto USB para os passageiros de trás.

Os números

  • Motor: 2.0 flex 
  • Potência: 167 cv a 6.200 rpm (e)
  • Torque: 202 Nm a 4.700 rpm (e)
  • Câmbio: 6 marchas AT
  • Comprimento: 4,640 m
  • Largura: 1,800 m
  • Altura:  1,440 m
  • Entre-eixos: 2,700 m
  • Peso: 1.283 kg
  • Pneus: 205/60 R16
  • Porta-malas: 520 litros
  • Tanque: 50 litros
  • 0-100 km/h: 10s5
  • Velocidade máxima: 195 km/h
  • Consumo cidade: 9,7 km/l (g)
  • Consumo estrada: 13,8 km/l (g)
  • Emissão de CO2: n/d
  • Modelo avaliado: 2020

 

Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade