0
TV

Gentalha! Quico não é tão importante para dublador

Nelson Machado dublou outros personagens de atores de Hollywood, como Robin Williams, além de Fred Flintstone

29 jun 2015
13h51
atualizado às 13h56
  • separator
  • comentários

“Você não vai com a minha cara?”, “Gentalha, gentalha”, “Cale-se, cale-se, você me deixa looouco”. Há mais de 30 anos ouvimos esses e outros bordões do Quico, personagem do programa Chaves, na voz de Nelson Machado. No Dia do Dublador, celebrado nesta segunda-feira (29), o Terra entrevistou com exclusividade o dono de uma das vozes mais queridas e familiares que conhecemos.

Nelson Machado também emprestou sua voz grave a vários artistas de Hollywood, como Wesley Snipes, Roberto Benigni, Robin Williams, Tom Hanks (Um Dia a Casa Cai), Jeff Goldblum, entre tantos outros. Mas não tem jeito, o trabalho mais reconhecido dele, 31 anos depois, é a dublagem do filho da Dona Florinda, Quico, interpretado pelo ator mexicano Carlos Villagrán. Transmitido desde 1981 pelo SBT, Chaves ainda tem altos índices de audiência.

Siga o Terra Diversão no Twitter
Já ouviu essa voz em algum lugar? Conheça 15 dubladores

“Foi muito legal participar da dublagem da série Chaves, gosto do programa e acho muito divertido, mas não teve a importância que todo mundo gostaria que tivesse tido”, admite o profissional.

O que Quico, Chucky e Fred Flintstone têm em comum?

Machado conta que dublou Quico e os personagens do Chapolin Colorado por apenas três anos. “O sucesso da série foi muito rápido, em dois meses, mas a ligação com a gente [dubladores] demorou um pouco mais. Dos meus 47 anos de carreira, essa é uma parte apenas. Fiz muitos outros trabalhos tão importantes quanto”, explica.

Em geral, segundo ele, o que desperta o interesse são as dublagens em que o tom da voz é alterado. “O pessoal quer saber só de 4% do nosso trabalho, que é aquele que fazemos com uma voz diferente e que acaba marcando. É o que causa interesse. Mas 96% do que dublamos é com a nossa voz normal”.

Personagem Quico e o dublador Nelson Machado
Personagem Quico e o dublador Nelson Machado
Foto: Divulgação/ Tatiana Cavalcanti / Terra

Machado alterou sua voz para fazer personagens do Chapolin Colorado, como o Quase Nada e o Chineizinho, mas também marcou gerações com a dublagem do Glomer, do desenho Punky Brewster, Fred Flintstone (nos últimos 20 anos), Darkwing Duck e Chucky, o brinquedo assassino.

Personagens dublados por Nelson Machado (da esq. para dir.): Chucky, Darkwing Duck, Glomer e Fred Flintstone
Personagens dublados por Nelson Machado (da esq. para dir.): Chucky, Darkwing Duck, Glomer e Fred Flintstone
Foto: Divulgação

O dublador conta, ainda, que uma vez foi à padaria tomar café e a balconista "o reconheceu". "Ela me disse que eu tinha voz de artista. Coincidentemente, na noite anterior tinha passado na TV o filme Um Dia a Casa Cai, em que dublei Tom Hanks. Daí expliquei que era dublador e tal, mas ela me olhou e disse 'ah tá' em tom de zombaria e se negou a continuar me atendendo".

Para Machado, naqueles tempos o conceito da dublagem era menos compreendido que atualmente. "As pessoas identificam, pedem autógrafos, conversam. Hoje estamos na internet então as pessoas logo identificam. Mas antes disso, aconteceu de chegar em um lugar e a pessoa ficar olhando, sem saber de onde me conhecia".

Além de dublador, Nelson Machado é ator, roteirista, escritor, e tem um canal no Youtube (Papo Com Machado). Aos 61 anos, acumula experiência e histórias hilárias de seus 47 anos de carreira. Confira algumas no vídeo da entrevista com Nelson Machado.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade