1 evento ao vivo

'Amor à vida': Paloma e Bruno dão uma surra em Alejandra e Ninho

8 ago 2013
07h31
atualizado às 07h38
  • separator
  • 0
  • comentários

Em Amor à Vida, Paloma (Paolla Oliveira) e Bruno (Malvino Salvador) vão acertar as contas com Ninho (Juliano Cazarré) e Alejandra (Maria Maya) após o sequestro de Paulinha (Klara Castanho), de acordo com o jornal Extra. O casal reencontra a menina no Peru. Nervosa, a médica pergunta o que eles vão fazer agora. Vai ter que ser no muque, Paloma. Não tem outro jeito. Ninguém tira a minha filha de mim. Eu garanto que dou conta desse canalha”, afirma.

<p>Paloma vai ficar irritada e partirá para cima de Alejandra</p>
Paloma vai ficar irritada e partirá para cima de Alejandra
Foto: TV Globo / Divulgação

O corretor chama por Paulinha e diz que vai levá-la para casa. "Vai levar coisa nenhuma! Você pode ter me tomado a Paloma. Não é, Paloma? Você não me quis por causa desse careta. Mas a Paulinha é minha filha, ela vai embora comigo!”, diz Ninho. “Minha filha é a coisa mais sagrada da minha vida. Eu morro, mas salvo a Paulinha!”, garante o corretor, se jogando em cima do rastafári.

Paloma tenta intervir, mas Ninho a empurra. Os dois lutam e Ninho ganha, atirando Bruno no chão contra as pedras. O corretor retoma as forças e se atira novamente sobre o hippie, desta vez, derrotando o rival. Assustada, Alejandra agarra Paulinha e a arrasta em direção ao precipício.

“Vocês vão embora agora, ou eu atiro a menina no precipício!”, diz. Paloma parte para cima da boliviana e a derruba. As duas brigam. “Você fingia que era minha amiga. Mas queria matar a Paulinha! Estou farta de ficar esperando, angustiada, para saber o que vocês fizeram da Paulinha! Estou farta do sofrimento que vocês me causaram, das ameaças! ”, grita a médica.

Paulinha corre para os braços de Bruno. Enquanto isso, Alejandra descarrega toda a sua raiva. “Eu te odeio, Paloma! Eu sempre quis o Ninho pra mim. Eu te odeio”, afima. A médica não deixa por menos e responde. “Fica com o Ninho! Eu é que te odeio. Pelo mal que você fez a mim, ao Bruno e à Paulinha”. 

Após a briga, Ninho chora arrasado. “Não me conformo, Alejandra! Como eu fui deixar o Bruno e a Paloma levarem a Paulinha?”, diz. “Foi melhor. Aquela menina é encrenqueira. Ia ser um peso pra gente arrastar. Sem falar no risco. Mais cedo ou mais tarde, ela podia denunciar a gente”, rebate.

“Muita coisa dela lembra o meu jeito. Eu acho que ela ia se apegar a mim. Era só passar essa primeira parte da viagem. Quando a gente pudesse descansar, curtir, a Paulinha ia sacar que é legal andar pelo mundo, dormir embaixo das estrelas“, opina. “Eu não vou me arriscar, só porque você quer ir atrás da Paulinha. A única coisa que eu quero é me vingar da Paloma. Nunca ninguém bateu na minha cara. A Paloma bateu. Se eu pudesse, tinha atirado ela do precipício. Mas eu ainda me vingo”, diz Alejandra, irritada.

Acompanhada de Ninho, Alejandra vai ao aeroporto no momento em que Bruno, Paulinha e Paloma estão embarcando para o Brasil. A médica se assusta ao vê-los e deixa a bolsa cair. “Eu vim na paz. Eu só queria dar adeus pra baixinha”, afirma Ninho. "Espera só um segundo. As coisas não saíram do jeito que eu queria, não correram muito bem. Mas eu acho que eu vou sentir muita saudade de você, baixinha”, diz.

“Estamos aqui nesse aeroporto, o que a gente pode fazer de mal? Eu garanto que não vamos armar escândalo, nem tentar raptar a Paulinha. Foi o Ninho que insistiu em vir”, explica a boliviana. Ninho, então, pede um abraço a Paulinha, que dá. Alejandra abre a bolsa da médica e coloca um pacote de droga dentro.

Ninho chorando, pede que Alejandra o espere enquanto vai lavar o rosto. A vilã aproveita para dar um telefoeme importante. “Alô? Policia Federal do Brasil? Eu tenho uma denúncia pra fazer. Uma passageira do vôo 3762 da Fly Inca pra São Paulo acaba de embarcar em Cuzco, no Peru, portando uma mercadoria ilegal. Eu não vou dizer o meu nome. Mas vou descrever a mulher. É loira, alta. Bonita. É só procurar que vocês vão achar", afirma.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade