3 eventos ao vivo

Jornal 'mata' Trump e mostra Biden e Melania 'se pegando'

‘Charlie Hebdo’ festeja 50 anos sob ameaças à equipe que sucedeu os jornalistas assassinados por extremistas

7 out 2020
16h33
atualizado às 16h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A nova edição do Charlie Hebdo traz na capa o candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, agarrando Melania Trump. Mais do que isso: uma das mãos dele apalpa um seio da primeira-dama e uma mão dela está dentro da calça do grande rival político de seu marido. Ao fundo, o túmulo de Donald Trump, associado a uma morte por covid-19. Mais provocativo, impossível.

Malicioso, o desenho deixa evidente a torcida dos jornalistas do ‘Charlie’ para o democrata na disputa pela Casa Branca
Malicioso, o desenho deixa evidente a torcida dos jornalistas do ‘Charlie’ para o democrata na disputa pela Casa Branca
Foto: Reprodução

O semanário francês de humor acaba de completar cinco décadas de existência. Não houve festa por conta dos riscos de contaminação pelo novo coronavírus, uma vez que Paris vive uma segunda onda da pandemia, e também por conta das recentes ameaças contra a equipe de jornalistas e cartunistas.

No dia 25 de setembro, um ataque a faca deixou duas pessoas feridas a poucos passos do prédio onde ficava a antiga sede do jornal, em Paris. O suspeito preso pela polícia confessou a intenção de atingir alguém do Charlie Hebdo. Ele não sabia que a redação não funcionava mais no local.

Donald Trump já mereceu algumas capas do ‘Charlie Hebdo’, sempre retratado como uma ameaça ao planeta
Donald Trump já mereceu algumas capas do ‘Charlie Hebdo’, sempre retratado como uma ameaça ao planeta
Foto: Reprodução

A mudança aconteceu após o massacre de 7 de janeiro de 2015, quando dois terroristas invadiram o andar do jornal e mataram 12 pessoas. Desde então, os novos funcionários trabalham em lugar desconhecido do público, sob proteção policial.

O ‘Charlie Hebdo’ não poupa ninguém, seja de direita, centro ou esquerda, mas tem predileção por debochar de líderes conservadores. Se por um lado os cartunistas — todos à esquerda no espectro político — abominam aquilo que o presidente republicano dos Estados Unidos representa, eles o têm como fonte inesgotável para suas criações. Difícil imaginar personagem melhor para inspirar charges do que Trump.

Veja também:

O mistério das praias intocadas da Rússia que ficaram tóxicas de repente
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade