3 eventos ao vivo

“Eu me divirto e o público também”, diz rei das televendas

Apresentador Ciro Bottini se tornou famoso ao usar carisma para oferecer os mais variados produtos ao telespectador

5 ago 2019
11h02
atualizado às 11h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Quem nunca ficou hipnotizado diante de um programa de televendas que atire o primeiro controle remoto. É impossível zapear sem conferir aquelas ofertas tentadoras anunciadas por apresentadores cativantes.

Ciro Bottini com o sorrisão que é a sua marca registrada na TV
Ciro Bottini com o sorrisão que é a sua marca registrada na TV
Foto: Instagram / Reprodução

O mais famoso deles atua em atrações do gênero há quase 30 anos. Ciro Bottini se tornou o rei das vendas pela TV. “Vender está no meu sangue”, diz.

O paulistano de 53 anos fez do ‘papo de vendedor’ um estilo eficiente de entretenimento. Trabalha há 24 anos no canal Shoptime – e não pensa em parar.

Em conversa com o Terra, o jornalista e ex-vocalista de banda de rock comentou o início da trajetória bem-sucedida diante das câmeras e a importância do bom humor na relação com o público.

Ciro, você se tornou o rei das vendas na TV brasileira. Foi algo planejado ou aconteceu naturalmente?

A televenda surgiu na minha vida por acaso. Eu era um locutor de rádio que queria ir para a TV. Em um sábado de manhã, rodando os canais, me deparei com um programa de vendas de automóveis no qual os apresentadores iam nas lojas anunciantes. Achei muito legal, me identifiquei e coloquei na minha cabeça que também queria fazer aquilo. Agendei uma reunião em um produtora de São Paulo e, uma semana depois, fiz um teste, passei e estou aqui até hoje, nunca mais saí do segmento. Desde o primeiro dia, pensei em estar no ar, vendendo e criando uma marca e uma autoridade em vendas. Tem dado certo.

O segredo do seu sucesso está no humor? 

Não sou humorista, sou um vendedor bem-humorado e com tiradas rápidas. É uma ferramenta boa e ajuda demais a criar empatia com o público. Com essa linguagem cômica, eu consigo conquistar a atenção do consumidor, e esse é um dos componentes importantes do meu sucesso.

A explosão das vendas pela internet o obrigou a mudar algo no seu estilo ou na estratégia usada na TV?

O Shoptime é uma marca só, tudo está integrado e, com certeza, o e-commerce chegou para somar. Hoje conseguimos trazer mais dinamismo para a televisão com os comentários dos telespectadores na web em tempo real. Com a chegada da internet, tive que adaptar o meu estilo de comunicação. Tem que ser uma linguagem mais rápida, objetiva, despojada, natural e espontânea e eu sempre fiz desse jeito.

O apresentador em uma palestra de vendas: alegria como componente para as vendas
O apresentador em uma palestra de vendas: alegria como componente para as vendas
Foto: Instagram / Reprodução

Dizem que as atrações de vendas com apresentadores amenizam a solidão de milhões de telespectadores. Acredita nisso? 

A minha intenção é levar para a casa das pessoas muita alegria e diversão. E, como sou animado e irreverente, junto a venda de produtos a esse meu estilo. O Shoptime acaba sendo um amigo do telespectador. Parecemos um programa de rádio, não ficamos um minuto sem falar, é o tempo inteiro. É a vida como ela é, de uma forma muito natural.

Se fosse criar um comercial sobre si mesmo, como seria? Como o Ciro Bottini venderia o Ciro Bottini?

Se você está buscando alguém que seja muito motivado, determinado, bem-humorado, resiliente, com foco total, sempre pronto para tudo e adora trabalhar o tempo todo, essa pessoa sou eu: Ciro Bottini. (Risos)

Veja também:

Karina Buhr volta cheia de som e fúria em "Desmanche"

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade