0

Boris revela nova rotina para produzir telejornal na Gazeta

Jornalista volta ao ar com total liberdade para analisar as notícias

29 nov 2020
12h14
atualizado em 30/11/2020 às 12h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Lançado no canal a cabo Alpha Channel, YouTube e algumas redes sociais em outubro, o ‘Jornal do Boris’ estreia nesta segunda-feira (30) na TV Gazeta de São Paulo. A exibição será de segunda a sexta, das 8h45 às 9h15. O programa conta com o apoio da varejista de farmácias Ultrafarma, do empresário e garoto-propaganda Sidney Oliveira.

Boris foi o precursor do estilo âncora no País com o ‘TJ Brasil’, lançado em 1988 no SBT
Boris foi o precursor do estilo âncora no País com o ‘TJ Brasil’, lançado em 1988 no SBT
Foto: Divulgação

A nova etapa na carreira do âncora começa exatamente dois meses após ele deixar a RedeTV. Boris adaptou sua rotina para trabalhar na programação da manhã. “Acordo pontualmente às 6 horas. Tomo café já preparando o jornal. Antes acordava lá pelas 8h30”, relata.

“Já estou acostumando a acordar mais cedo. Normalmente vou dormir por volta das 23 horas e tenho acordado muito bem disposto. Talvez o novo desafio me provoque esse bem-estar", diz o apresentador que completará 80 anos em fevereiro.

Questionado se sua marca registrada — o jornalismo com análise, doa a quem doer — é um antídoto contra a falta de profundidade dos telejornais, Boris diz que “ajuda, mas ainda é insuficiente”. “Em termos de conteúdo, a imprensa escrita continua imbatível. As emissoras exclusivamente noticiosas têm, é claro, um conteúdo mais profundo e que atende melhor ao telespectador mais exigente.”

O veterano que fez história em bancadas no SBT, Record e Band indica os principais entraves ao telejornalismo em canais abertos. “As TVs estão presas às limitações impostas pela crise econômica, horários curtos e busca desesperada por audiência.” 

Isolado em casa desde março por conta da pandemia de covid-19, Boris Casoy admite sentir falta do “calor humano e profissional” das redações. “Trabalhar em casa é um convite ao ócio, e às vezes a gente acaba sucumbindo”, diz.

“Mas tem suas vantagens. Especialmente porque você pode se defender melhor das encheções de saco da direção e dos maníacos do jornalismo da desgraça. Estou ansioso à espera da vacina libertadora.”

Veja também:

CBLoL 2021 promete evolução no cenário
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade