0

Bolsonaro: atentado faz jornalistas da GloboNews pedirem paz

Tendência é que o telejornalismo passe a militar contra o radicalismo político e o risco de violência nas eleições

6 set 2018
18h22
  • separator
  • 0
  • comentários

“Triste episódio para a nossa democracia”, lamentou Gerson Camarotti, um dos mais respeitados jornalistas políticos do País, em participação na GloboNews. “O que aconteceu hoje é um alerta: é isso que a gente quer para a nossa democracia?”

O canal de notícias do Grupo Globo iniciou uma cobertura especial do atentado contra Jair Bolsonaro por volta das 16h30 desta quinta-feira (6). A âncora Leila Sterenberg coordenou os vários comentaristas acionados pela emissora.

Leila Sterenberg, Gerson Camarotti e Andréia Sadi: discurso afinado contra a violência suscitada pela rivalidade política
Leila Sterenberg, Gerson Camarotti e Andréia Sadi: discurso afinado contra a violência suscitada pela rivalidade política
Foto: Divulgação TV Globo e GloboNews

A apresentadora ressaltou a importância de não confundir “adversário com ‘inimigo”. “Inaceitável, injustificável”, insistiu Camarotti ao falar do risco que o atentado traz ao processo eleitoral. “Esse episódio precisa gerar reflexão. É necessário que toda a sociedade repudie essa violência com veemência.”

Andréia Sadi disse que muitos candidatos à Presidência defendem que é “hora de pacificar o País”. “Esse discurso precisa ser levado a sério”, ressaltou a repórter.

Durante a transmissão ao vivo, os jornalistas lembraram outros atos violentos contra políticos, como os tiros contra um ônibus da caravana de Lula, em março deste ano, e uma picareta jogada contra um veículo conde estava o então presidente José Sarney, no início da redemocratização pós-ditadura, na década de 1980.

Outro tema discutido na cobertura foi o clima de tensão que divide os brasileiros nesta campanha. “A gente vê brigas e confusão em WhatsApp de família”, comentou o jornalista Otávio Guedes. “Política sempre desperta muita paixão.”

Ao analisar a tentativa de homicídio contra Jair Bolsonaro, Andréia Sadi lembrou que o tema recorrente nesta corrida eleitoral é justamente a solução para o caos na segurança pública.

“Dia grave para a história política do Brasil”, anunciou Leilane Neubarth ao abrir o ‘Edição das 18h’, dando sequência à cobertura especial da GloboNews.

“Claramente é um atentado à democracia em decorrência dessa radicalização do Brasil”, observou a comentarista Cristiana Lôbo.

Veja também:

Imagens mostram momento em que Jair Bolsonaro sofre atentado a faca

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade