PUBLICIDADE

Johansson processa Disney por 'Viúva Negra' em streaming

Advogados da estrela alegam que esta decisão foi uma quebra de contrato, pois o documento tratava exclusivamente de estreia nos cinemas

29 jul 2021 16h07
| atualizado às 16h35
ver comentários
Publicidade
Scarlett Johansson protagoniza o filme 'Viúva Negra'
Scarlett Johansson protagoniza o filme 'Viúva Negra'
Foto: Marvel Studios/Divulgação / Estadão Conteúdo

A atriz Scarlett Johansson matou definitivamente a personagem Viúva Negra nesta semana. Se havia esperanças de que sua personagem pudesse voltar, isso acabou quando ela abriu um processo contra a Disney pelo lançamento do filme Viúva Negra simultaneamente nos cinemas e no streaming Disney+.

De acordo com The Wall Street Journal, os advogados da estrela alegam que esta decisão foi uma quebra de contrato, pois o documento tratava exclusivamente de estreia nos cinemas.

Como ela também é produtora do filme, seus rendimentos são baseados na performance da bilheteria do longa, que teriam sido supostamente afetados pelo lançamento em streaming. Na verdade, a Disney também está cobrando 'ingressos' virtuais em streaming, o que deveria acomodar esta queixa e poderia ser resolvido de forma mais amigável. Mas a estrela foi para a briga.

Foto: Divulgação/Marvel Studios / Pipoca Moderna

"A Disney intencionalmente induziu a quebra do acordo da Marvel, sem justificativa, para impedir que a Sra. Johansson pudesse ter o benefício completo da sua barganha com a Marvel", diz o processo.

"Por que a Disney abriria mão de centenas de milhões de dólares em receitas de bilheteria ao lançar o filme nos cinemas em um momento em que sabia que o mercado estava 'fraco', em vez de esperar alguns meses para que o mercado se recuperasse?", questiona o documento.

"Com base nas informações e na convicção, a decisão de fazê-lo foi tomada pelo menos em parte porque a Disney viu a oportunidade de promover seu principal serviço de assinatura usando o filme e a Sra. Johnasson, atraindo assim novos assinantes mensais, mantendo os existentes e estabelecendo o Disney+ como um serviço indispensável em um mercado cada vez mais competitivo. "

A reclamação acrescenta que as ações da Disney "não apenas aumentaram o valor da Disney+, mas também salvou intencionalmente a Marvel (e, portanto, a si mesma) do que a própria Marvel se referiu como 'bônus de bilheteria muito grande' que a Marvel de outra forma teria sido obrigada a pagar à Sra. Johnasson."

Por meio do processo, a atriz também alega que a Disney sabia que o streaming dissuadiria o comparecimento dos espectadores aos cinemas, incluindo os que voltariam para assistir mais de uma vez, e fez isso mesmo assim, com conhecimento de causa e intencionalmente.

Viúva Negra foi um dos títulos que a Disney decidiu lançar também no streaming, pelo valor adicional de R$ 70 (US$30, nos EUA), em razão da pandemia do coronavírus. Na sua estreia, o longa arrecadou mundialmente US$ 149 milhões, dos quais US$ 80 milhões vieram apenas do mercado norte-americano.

A Disney também revelou que o filme faturou US$ 60 milhões mundiais no lançamento em streaming - em seu primeiro fim de semana disponibilizado na Disney+. O processo foi enviado ao Tribunal Superior de Los Angeles no dia em que a Disney lançou outro filme, Jungle Cruise, simultaneamente nos cinemas e em streaming.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade