0

Rock in Rio garante a edição de 2021 antes de começar a de 2019

O acordo para transformar mais uma vez o Parque Olímpico da Barra na Cidade do Rock daqui a três anos foi assinado nesta quinta, 6, pelos responsáveis pelo evento junto à Prefeitura do Rio e do Consórcio Rio Mais, proprietário da área.

7 dez 2018
04h53
  • separator
  • comentários

RIO - Faltam ainda mais de nove meses para a edição 2019 do Rock in Rio, mas os organizadores do festival já garantiram a edição de 2021. O acordo para transformar mais uma vez o Parque Olímpico da Barra na Cidade do Rock daqui a três anos foi assinado nesta quinta, 6, pelos responsáveis pelo evento junto à Prefeitura do Rio e do Consórcio Rio Mais, proprietário da área.

Segundo o CEO do Rock in Rio, Luis Justo, o acordo atual era válido para as edições de 2017 e 2019. Agora, ele foi estendido nos mesmos termos.

"Só para a realização do festival, o processo de planejamento é de dois anos de trabalho direto. Se a gente fosse se mudar ou qualquer investimento feito para um novo local, aí seria um movimento de quatro ou cinco anos de antecedência."

A assinatura também afasta rumores de que o evento pudesse sair da capital fluminense. São Paulo, por exemplo, já manifestou interesse em sediar o festival de rock. Luis Justo, porém, nega que isso possa acontecer pelo menos nos próximos anos.

"A origem do Rock in Rio, em 1985, é no Rio de Janeiro. Faz mais sentido ficar aqui", disse.

Justo não quis antecipar os planos para a edição de 2021, e foi sucinto inclusive no que diz respeito à próxima, em setembro do ano que vem.

"A gente gosta de torturar vocês", brincou. "O que dá pra dizer é que a Gourmet Square vai dobrar de tamanho, e o próprio espaço da Cidade do Rock será entre 20% e 30% maior do que o do ano passado."

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade