PUBLICIDADE

Paul McCartney tem "dueto' com John Lennon e esbanja vigor em São Paulo

8 dez 2023 - 15h13
Compartilhar
Exibir comentários

O ex-beatle Paul McCartney deu uma verdadeira aula de vigor no palco do Allianz Parque na noite desta quinta-feira (7) em São Paulo. Não importa seus 81 anos bem vividos, Macca trouxe em seu repertório os grande sucessos de sua carreira solo, além de clássicos dos Wings e dos Beatles, com direito a um "dueto" com o saudoso John Lennon, onde sua morte completa 43 anos nesta sexta-feira (8).

Para uma plateia de 48 mil pessoas, McCartney esteve acompanhado de sua fiel banda, formada por Paul "Wix" Wickens (teclados), Brian Ray (baixo/guitarra), Rusty Anderson (guitarra) e Abe Laboriel Jr (bateria). O trio de metais Hot City Horns, formado por Paul Burton (trombone); Kenji Fenton (saxophone) e Mike Davis (trompete), foi um show a parte, quando no inicio do show, acompanharam os músicos no palco diretamente da arquibancada.

Foto: Marcos Hermes / The Music Journal

O ex-Beatle subiu ao palco do Allianz Parque ás 20h30 e abriu o show da turnê Got Back saudando a todos presentes: "Boa noite Mano" depois de iniciar seu repertório com Can't Buy Me Love, Juniors Farm, Letting Go e She's A Woman. Uma das boas surpresas na plateia, foi uma presença significativa de jovens e crianças, acompanhadas pelos pais, que já passam o bastão de suas referências musicas e suas paixões pelos Beatles.

Em seguida, a arena "incendiou" com Got To Get You Into My Life com um coro uníssono que se repetiria mais tarde em outros clássicos como Let Me Roll It (dos Wings), Let Em In até a romântica My Valentine, que Paul McCartney compôs em homenagem à sua esposa Nancy Shevell.

Naquele momento, os céus no Allianz Parque indicavam que um grande temporal poderia acontecer a qualquer momento durante o show, com seus intermináveis raios, mas o que se viu foram outros cenários visuais, com as projeções de raio laser por toda a arena.

Foto: Marcos Hermes / The Music Journal

McCartney deixou seu famoso baixo para se direcionar ao seu piano Yamaha e aos primeiros acordes de Maybe I'm Amazed, era flagrante o número de pessoas emocionadas na plateia. Tal situação ocorreu, também, quando o cantor pegou seu violão para performar clássicos como Blackbird e Here Today- esta, em homenagem à John Lennon - enquanto se posicionava em seu famoso palco móvel que, em determinada altura, permitia que o lendário cantor e compositor britânico pudesse ser visto, sem nenhuma restrição visual, por toda a arena.

Love Me Do, Dance Tonight, Lady Madonna e Jet foi uma sequência matadora de Paul McCartney, que sempre funciona muito bem em um show que longa duração e transformou o Allianz em uma festiva celebração do bom rock, mas Macca voltaria a "atacar" com os clássicos atemporais como Obla Di Obla Da, Band on the Run, Get Back, a explosiva Live and Let die, até o momento em que o público presente utilizou seus celulares para uma celebração visual e emocional em Let It Be e Hey Jude.

O tecladista Paul "Wix" Wickens era um show a parte com seus arranjos e devemos lembrar que ele é o único integrante da banda que está na equipe de McCartney desde a primeira turnê mundial do ex-Beatle em 1989. Já Abel Laboriel Jr. deu seu ar da graça durante a execução de Dance Tonight, com suas danças e peculiar carisma.

Foto: Marcos Hermes / The Music Journal

Sim, depois de mais de 2 horas de show, Paul McCartney não liga sequer para beber água ou pausa e há muita energia para a elétrica Helter Skelter/Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band até o momento em que seus fãs brasileiros são chamados pelo cantor que os questiona se naquela noite alguém está comemorando aniversário, pavimentando o caminho para Birthday e o gran finale com Golden Slumbers/Carry That Weight/The End.

Os fãs também foram agraciados com o dueto entre Paul McCartney e John Lennon em I've Got A Feeling, onde as artimanhas da tecnologia conseguiram trazer o saudoso ex-Beatle para este século.

Foto: Marcos Hermes / The Music Journal

Apesar do show impecável, a atual turnê de McCartney parece dar sinais de ser a última do lendário músico britânico e estamos presenciando, talvez, a sua última série de shows no Brasil.

Tomara que não.

Confira o setlist do show de Paul McCartney em São Paulo:

Can't Buy Me Love

Juniors Farm

Letting Go

She's A Woman

Got To Get You Into My Life

Come On To Me

Let Me Roll It

Getting Better

Let Em In

My Valentine

1985

Maybe I'm Amazed

I've Just Seen A Face

In Spite Of All The Danger

Love Me Do

Dance Tonight

Blackbird

Here Today

New

Lady Madonna

Jet

Mr Kite

Something

Obla Di Obla Da

Band on the Run

Get Back

Let It Be

Live and Let Die

Hey Jude

Encore

I've Got A Feeling

Birthday

Sgt Pepper reprise/Helter Skelter

Golden Slumbers/Carry That Weight/The End

The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade