1 evento ao vivo

Miley Cyrus admite que 'We Can't Stop' fala sobre ecstasy

22 jul 2013
18h39
atualizado às 18h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de seu produtor negar possíveis referências a drogas na canção We Can’t Stop, de Miley Cyrus, a cantora finalmente admitiu que a letra fala sobre ecstasy. "Eu não acho que as pessoas têm dificuldade em entender que eu cresci. Você pode pesquisar sobre mim e vai saber do que sou capaz. Você sabe o que a letra está dizendo", disse Cyrus ao site Daily Mail. As informações são do tabloide TMZ.

<p>O produtor da cantora precisou negar as especula&ccedil;&otilde;es para que a can&ccedil;&atilde;o emplacasse nas r&aacute;dios</p>
O produtor da cantora precisou negar as especulações para que a canção emplacasse nas rádios
Foto: Getty Images

Ainda segundo a publicação, já havia muita especulação sobre o conteúdo da música, já que o verso “dançando com Molly” soa como uma referência ao MDMA. O produtor da cantora, no entanto, teria negado os rumores para que a canção pudesse emplacar nas rádios, ao afirmar que o significado seria “dançando com Miley”.

"Se você tem 10 anos, (a letra) é ‘Miley’. Se você sabe do que estou falando, então você sabe. Eu só queria que (a canção) fosse tocada no rádio e eles já tiveram que editá-la tanto", completou Cyrus. We Can’t Stop é o primeiro single de trabalho do quarto álbum de estúdio da cantora – o disco ainda não tem nome e nem previsão de lançamento.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade