PUBLICIDADE

Clipe de Sabrina Carpenter faz padre cair em desgraça

29 nov 2023 - 21h33
(atualizado às 21h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: YouTube/Sabrina Carpenter / Reprodução

Sabrina Carpenter, que esteve no Brasil recentemente abrindo os shows de Taylor Swift, fez um padre cair em desgraça nos EUA. O Monsenhor Jamie J. Gigantiello foi dispensado de suas funções administrativas na paróquia Anunciação da Bem-Aventurada Virgem Maria, em Williamsburg, Nova York, e de Vigário do Desenvolvimento da Diocese após permitir que a cantora gravasse o clipe da música "Feather" dentro de uma igreja de 160 anos.

A igreja católica foi cenário proeminente do vídeo da cantora. Lançado no Halloween, em 31 de outubro, o clipe traz mortes macabras e mostra Sabrina celebrando o fim dos detratores dançando na igreja, com um véu preto, ao lado de caixões coloridos com inscrições ofensivas. O lançamento do vídeo levou fiéis a encomendarem uma missa para restaurar a "santidade" do local..

No dia seguinte ao lançamento, a Diocese Católica Romana do Brooklyn, que supervisiona as igrejas católicas da região, emitiu um comunicado, em que dizia que os procedimentos adequados para permitir a gravação não foram seguidos. Segundo a Catholic News Agency, o bispo do Brooklyn, Robert Brennan, ficou "horrorizado" com o fato de uma igreja ter sido usada para o lançamento de um videoclipe naquele tom.

"A paróquia não seguiu a política diocesana em relação à filmagem na propriedade da Igreja, que inclui uma revisão das cenas e do roteiro", informou a Diocese.

Após a revisão dos acontecimentos, as funções administrativas do padre da igreja, Monsenhor Jamie Gigantiello, foram retiradas e a sua passagem como Vigário de Desenvolvimento da Diocese do Brooklyn chegou ao fim. Ele estava no cargo há 15 anos e era responsável pela paróquia há sete.

Em uma postagem no Facebook, Gigantiello pediu perdão à comunidade da igreja. Segundo o Mosenhor, uma equipe de filmagem procurou a paróquia em setembro e ele permitiu a filmagem depois de não encontrar nada de impróprio em uma busca pelos participantes.

"Em um esforço para fortalecer ainda mais os laços entre os jovens artistas criativos que compõem uma grande parte desta comunidade e a paróquia, concordei com a filmagem após uma busca geral pelos artistas envolvidos não revelar nada questionável. A equipe da paróquia e eu não tínhamos conhecimento de que algo provocativo estava ocorrendo na igreja, nem sabíamos que caixões falsos e outros itens fúnebres seriam colocados no santuário", explicou Gigantiello.

Veja o clipe abaixo.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade