PUBLICIDADE

Taís Araújo faz desabafo sobre machismo, homofobia e irresponsabilidade na pandemia

Em seu perfil do Instagram, a atriz lembrou que não se posicionar também é um posicionamento

2 jun 2021 12h56
ver comentários
Publicidade
Na legenda, Taís citou que o Brasil definitivamente não é para amadores.
Na legenda, Taís citou que o Brasil definitivamente não é para amadores.
Foto: Instagram: @taisdeverdade / Famosos e Celebridades

Taís Araújo usou o seu perfil no Instagram para fazer um desabafo nesta terça-feira (1). Na legenda de uma foto em que está escrito 'É cada uma que parece até duas", a atriz se posicionou sobre machismo, homofobia e a irresponsabilidade diante da pandemia.

"São tantos absurdos que eu vejo, escuto e leio, que só consigo pensar no ditado que minha madrinha sempre diz: É cada uma que parece até duas...", iniciou.

A atriz compartilhou a imagem em seu perfil no Instagram nesta terça (1).
A atriz compartilhou a imagem em seu perfil no Instagram nesta terça (1).
Foto: Instagram/@taisdeverdade / Famosos e Celebridades

"Parece que o Brasil vai mesmo sediar um campeonato de futebol internacional mesmo nos aproximando de 463 mil mortes por COVID-19 no país e tendo média de 1800 mortes por dia. É gente defendendo discurso homofóbico e machista em meados de 2021. É imprensa que olha, vê e ignora ou recorta acontecimentos importantes", continuou.

Ao final, a eposa de Lázaro Ramos também falou sobre a importância do posicionamento político. "É gente que não percebe e não consegue  entender que não se posicionar é um posicionamento também, e que absolutamente tudo é político nesse mundo e isso vai muito além de partido, porque viver, comer, existir é político. Tudo isso e ainda estamos na terça-feira, meu povo! É cada uma que me parece duas... O Brasil definitivamente não é para amadores", concluiu.

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade