0

Meghan falou com família real antes de escrever ao pai

Duquesa de Sussex está processando Associated Newspapers por causa de artigos que incluíram partes da carta manuscrita ao pai afastado

18 nov 2020
16h07
atualizado às 16h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Meghan, a duquesa britânica de Sussex, pediu o conselho de dois membros antigos da família real antes de escrever uma carta ao pai que está no centro de uma ação civil de violação de privacidade contra um tabloide, mostraram documentos legais.

Meghan Markle visita Universidade de Johanesburgo
 1/10/2019 REUTERS/Toby Melville
Meghan Markle visita Universidade de Johanesburgo 1/10/2019 REUTERS/Toby Melville
Foto: Reuters

A esposa do príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth, está processando a Associated Newspapers por causa de artigos do Mail on Sunday que incluíram partes da carta manuscrita que ela enviou ao pai afastado, Thomas Markle, em agosto de 2018.

Ela diz que a publicação da carta foi um uso indevido de informação particular e violou seu direito autoral, e seus advogados estão pedindo indenização por dano moral.

Em sua argumentação mais recente à Alta Corte de Londres, sua equipe legal rejeitou a alegação do Mail de que a carta é parte de uma estratégia midiática e disse que ela seguiu conselhos de dois membros não identificados da realeza.

"Dado o nível de perturbação da reclamante no tocante à forma, frequência e conteúdo da cobertura midiática a respeito de seu pai, e sendo o membro mais novo da família real que queria seguir o protocolo, a reclamante pediu conselho de dois membros antigos da família real sobre a melhor maneira de tratar da situação", disseram seus advogados.

"De acordo com o conselho que ela recebeu dos dois membros da família real, a reclamante decidiu... escrever uma carta ao pai na tentativa de fazê-lo parar de falar com a imprensa."

Veja também:

Juliana Paes! 5 vezes que ela esquentou a timeline!
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade