PUBLICIDADE

Karol Conká volta às redes para falar sobre documentário

'Uma oportunidade de relembrar que somos mais complexos do que um reality show é capaz de mostrar', disse a ex-BBB

26 abr 2021 14h10
| atualizado às 15h12
ver comentários
Publicidade

Karol Conká voltou às redes sociais neste domingo, 25, para falar sobre o documentário que irá protagonizar no Globoplay: A Vida Depois do Tombo. A cantora esteve afastada da internet depois de bater o recorde histórico de rejeição no paredão do Big Brother Brasil 21, com 99,17% dos votos.

Karol Conká em bastidores de entrevista para Carolina Raimundi, após eliminação no 'BBB21'
Karol Conká em bastidores de entrevista para Carolina Raimundi, após eliminação no 'BBB21'
Foto: Globo / Divulgação

"Oi, pessoal. Não apareci muito por aqui, porque entendi que precisava me afastar um pouco das redes e cuidar de mim. Vejo o documentário como uma oportunidade, em tempos de cancelamento, de relembrar que somos muito mais complexos do que um reality show é capaz de mostrar", escreveu a a artista no Twitter.

Conká fez o post após a exibição de trechos do documentário no Fantástico, ontem. A diretora-geral da produção, Patrícia Carvalho, revelou em entrevista ao programa que a rapper pode não gostar do que vai ver no longa. "Sempre que a gente tira totalmente o nosso eu diante do espelho, tem algo que a gente não gosta. Essa é a Karol Conká diante do espelho", opinou a diretora.

A Vida Depois do Tombo estreia dia 29 de abril e terá quatro episódios com entrevistas de familiares e amigos da artista. A equipe da produção começou a acompanhar a cantora um dia depois que ela foi eliminada do BBB 21.

"Quais são as faces e as camadas da Karol que confundem a gente? Durante o documentário, ficamos na dúvida muitas vezes. Dúvidas sobre quem é ela, o que era falso ou verdadeiro. Ela está sentindo isso mesmo ou está me manipulando?", contou Patrícia.

Conká teve uma participação polêmica no reality da Globo devido aos diversos conflitos que ela se envolveu dentro da casa. Ainda na primeira semana do programa, ela foi acusada de xenofobia contra a sister Juliette e de perseguir e cometer bullying com o brother Lucas Penteado.

Como consequência dessas atitudes, que repercutiram negativamente na internet, o Festival Rec-Beat cancelou a apresentação da rapper no evento, que já havia sido gravada antes do confinamento. Outro prejuízo foi no programa Prazer, feminino, que ela apresenta com a ex-BBB Marcela McGowan, no YouTube do GNT. As reprises iriam para a TV em fevereiro, mas foram igualmente canceladas.

Veja também:

Você acha que a Juliette merece ganhar o BBB 21?:

 

Estadão
Publicidade
Publicidade