PUBLICIDADE

Lenda dos filmes adultos, Ron Jeremy escapa de 300 anos de prisão

Juiz declarou que o ator de quase 70 anos está em um "declínio neurocognitivo incurável" e está oficialmente incompetente para ser julgado

18 jan 2023 - 01h01
(atualizado às 07h58)
Compartilhar
Exibir comentários
Lenda dos filmes adultos, Ron Jeremy escapa de 300 anos de prisão
Lenda dos filmes adultos, Ron Jeremy escapa de 300 anos de prisão
Foto: Twitter/Ron Jeremy / Pipoca Moderna

A Justiça de Los Angeles, nos EUA, decidiu que o ex-astro pornô Ron Jeremy é oficialmente incompetente para ser julgado por várias acusações de estupro.

Em uma audiência realizada na terça, 17, no Tribunal Superior de Los Angeles, o juiz Ronald S. Harris declarou que o ator de quase 70 anos está em um "declínio neurocognitivo incurável". Referindo-se ao réu por seu nome real de Ronald Jeremy Hyatt, ele disse as avaliações dos peritos concluíram que o estado cognitivo de Jeremy "provavelmente não seria restaurável".

Se Jeremy tivesse ido a julgamento e fosse considerado culpado, ele tinha a expectativa de enfrentar uma sentença de mais de 300 anos de prisão.

Atualmente detido numa Penitenciária Twin Towers, Jeremy terá seu futuro determinado em uma audiência em 7 de fevereiro. Nesta data, o juiz vai decidir a sentença, que agora será limitada a se ele deverá ser colocado numa unidade de saúde mental e por quanto tempo.

Preso em junho de 2020, por não conseguir pagar a fiança de US$ 6,6 milhões, Jeremy chegou a se declarar inocente de 33 acusações de estupro e agressão sexual.

"Ron, ao longo dos anos, por ser quem é, foi amante de mais de 4 mil mulheres. Alegar que ele é um estuprador é ir longe demais… Quero dizer, as mulheres se jogavam em cima dele", afirmou seu advogado no começo do caso.

Atualmente com 69 anos, Jeremy já apareceu em mais de 1.700 filmes adultos desde a década de 1970. Com seu bigode característico, ele foi uma das estrelas mais reconhecidas da indústria de filmes adultos, chegando a participar até de "filmes sérios", graça ao status de celebridade pornô.

A maioria das suas participações em Hollywood se resumiu a figurações. Chegou a superar Stan Lee nesse quesito, sendo visto por alguns segundos em filmes cultuados e até em grandes sucessos, como "Pânico na Escola" (2011), com Josh Hutcherson, "Adrenalina 2" (2009), com Jason Statham, "Todo Poderoso" (2003), com Jim Carrey, "Detroit, a Cidade do Rock" (1999), com a banda Kiss, "Studio 54" (1998), com Salma Hayek, "Tromeo & Juliet" (1996), escrito por James Gunn, "Rotação Máxima" (1994), com Charlie Sheen, "Parceiros do Crime" (1993), com Eric Stoltz, e, acredite se quiser, "O Poderoso Chefão III" (1990)!

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade